Discurso de mulheres em receitas de sabão caseiro: um estudo piloto

Resumo

Este texto relata uma primeira apropriação da pesquisa “Análises feministas de discurso: da formação do campo à aplicação localizada”, projeto desenvolvido entre 2017- 2018, no âmbito do Grupo de Estudos da UEG-Jaraguá e no PPGIELT, com apoio do Curso de Cinema e Audiovisual, do campus da UEG-Laranjeiras. Dentre os objetivos da pesquisa, está o de coletar e analisar receitas de mulheres que fazem sabão caseiro para traçar reflexões sobre as relações entre essa prática de saberes e questões de identidade feminina. O foco recai na sujeição e, também na resistência, das mulheres a grandes dinâmicas de poder, como patriarcado, capitalismo e globalização. Neste texto será apresentada uma análise inicial de um vídeo e um áudio em que uma das mulheres pesquisadas ensina a fazer duas receitas de sabão, ao mesmo tempo em que fala sobre como aprendeu a prática e porque prefere confeccionar seu sabão em casa, quando há no mercado uma grande oferta de produtos de limpeza. A análise piloto nos mostra que a prática de fazer sabão caseiro se associa a uma tradição que se mantém ainda viva, a despeito do contexto hegemônico da atual indústria de produtos de higiene e limpeza.

Biografia do Autor

Lúcia Gonçalves de Freitas, Universidade Estadual de Goiás (UEG)

Doutora em Linguística pela Universidade de Brasília (UnB). Docente no Programa de Pós-graduação em Educação, Linguagem e Tecnologias (PPG-IELT), Universidade Estadual de Goiás (UEG), Anápolis - Goiás - Brasil.

 Lattes iD: http://lattes.cnpq.br/6936306486720882

Orcid iD: https://orcid.org/0000-0002-7553-1119

E-mail: luciadefreitas@hotmail.com

Publicado
2019-06-30
Como Citar
Freitas, L. (2019). Discurso de mulheres em receitas de sabão caseiro: um estudo piloto. Via Litterae (ISSN 2176-6800): Revista De Linguística E Teoria Literária, 11(1), 07-18. https://doi.org/10.5281/zenodo.4118272
Seção
Linguística