Significação e paradoxo na interface semântica, léxico, discurso e cognição

  • Geraldo José Rodrigues Liska Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) / Universidade Federal de Alfenas (UNIFAL-MG) https://orcid.org/0000-0002-9027-5926

Resumo

Este artigo busca na Linguística Cognitiva, na Semântica Enunciativa, na Semântica Lexical e na Semântica Cultural uma análise de vários fatores que interferem no processo de significação por meio das propriedades das palavras e da relação entre elas, integrando o léxico com cognição, discurso e sociedade, motivada pelas transformações sociais e culturais nos processos de significação. Com essa interface de teorias, pretendemos mostrar, a partir da análise de sentenças paradoxais assim definidas por Eco (2003), que até o que chamamos a priori de anomalia e incoerência deve ser revisto em níveis que vão desde a superfície linguística do discurso até o fato de que uma língua natural é formatada pela cultura e essa formatação permite formas de expressão adequadas em todas as situações imagináveis, em nível sintático, semântico-lexical e discursivo. 

Biografia do Autor

Geraldo José Rodrigues Liska, Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) / Universidade Federal de Alfenas (UNIFAL-MG)

Doutorando e e Mestre em Estudos Linguísticos (Área: Linguística Aplicada. Linha: Ensino do Português) pela Universidade Federal de Minas Gerais.  Atualmente é Secretário Executivo da Universidade Federal de Alfenas e professor de línguas portuguesa e inglesa nas redes pública e particular de ensino. Tem experiência na área de Linguística, com ênfase em Morfologia, Lexicologia, Semântica Lexical e Estilística Léxica.

Lattes iD: lattes.cnpq.br/2504025439635833

Orcid iD: orcid.org/0000-0002-9027-5926

E-mail: geliska@gmail.com

Publicado
2018-12-31
Como Citar
Rodrigues Liska, G. J. (2018). Significação e paradoxo na interface semântica, léxico, discurso e cognição. Via Litterae (ISSN 2176-6800): Revista De Linguística E Teoria Literária, 10(2), 219-236. https://doi.org/10.5281/zenodo.4009345
Seção
Linguística