Amazônia como cenário da vida efervescente nas obras literárias de Inglez de Souza e José Veríssimo

Resumo

O tema Amazônia sempre esteve ligado à biodiversidade, seja pela história, filosofia, antropologia, economia, seja pela literatura. Porém, nos tempos atuais já despontam no espaço literário questões mais complexas do indivíduo amazônida. Tais questões não são novidades para escritores do século XIX, na Amazônia. Inglez de Souza e José Veríssimo, nascidos em Óbidos, região do Baixo Amazonas, são expressões literárias com força regional ímpar no cenário moderno brasileiro. É com essa perspectiva que o presente artigo é proposto. Em três momentos, apresentamos cenários efervescentes da vida na floresta. Entrelaçados, esses momentos compõem uma história que nos permite justificar uma literatura de expressão amazônida e uma condição de ser e viver na região da floresta, resgatando fontes primeiras de uma literatura emancipada do cenário romântico brasileiro, por meio dos escritores Inglez de Souza e José Veríssimo. Ao final, discorremos sobre esses escritores e sua legitimidade em apresentar a Amazônia no cenário literário brasileiro e mundial.

Palavras-chave: Amazônia. Literatura. Cultura. Floresta.

 

Abstract: Literature and society have always had their encounters. If important issues of Society, how gender and race move themselves, in literature it would not be different. The novel in its European origin is strongly linked to the rise of the bourgeoisie and its customs. In Brazil, the novel appears as a reading of the bourgeoisie and belongs to the national elite. Over the years, the novel maintains the predominance of the same profile in its authorship. The black people occupy the place of an object of study, often being constructed as stereotyped characters: the black rascal man, the domestic black woman, the servant, the attractive and sexualized mulatta. With regard to women, if for them, the process of building space as authors of novel presented their difficulties, for black women it became a rare space, and reflects what happens in the social context in so many other areas. This jornal seeks to understand the reasons for the lack of writing of black female author novels in Brazil and the erasure that several works have gone through, in addition to the emergence of a resistance movement that today presents us with a much larger number of works by these authors.

Keywords: Amazon. Literature. Culture. Forest.

Biografia do Autor

Itamar Rodrigues Paulino, Universidade Federal do Oeste do Pará (UFOPA)

Doutor em Teoria Literária pela UnB, com pós-doutoramento pelo Instituto de Letras da Universidade Estadual do Oeste do Paraná, docente e pesquisador da Universidade Federal do Oeste do Pará (UFOPA), coordenador do Programa de Pós-graduação em Sociedade, Ambiente e Qualidade de vida (PPGSAQ), e do Programa de Extensão Cultura, Identidade e Memória na Amazônia (PROPEXT-CIMA) da UFOPA.

Lattes iD: http://lattes.cnpq.br/7267990477179816

Orcid iD:  https://orcid.org/0000-0001-5058-8998

E-mail: itasophos@gmail.com

Elian Karine Serrão da Silva, Universidade Federal do Oeste do Pará (UFOPA)

Mestre em Sociedade, Ambiente e Qualidade de Vida pela Universidade Federal do Oeste do Pará, é pesquisadora do Programa de Extensão Cultura, Identidade e Memória na Amazônia, do Centro de Formação Interdisciplinar, da Ufopa.

Lattes iD: http://lattes.cnpq.br/3998754179945484

Orcid iD: https://orcid.org/0000-0002-3332-359X

E-mail: karinessilva@outlook.com

Habia Santos de Melo, Universidade Federal do Oeste do Pará (UFOPA)

Mestre em Sociedade, Ambiente e Qualidade de Vida, pela Universidade Federal do Oeste do Pará, é pesquisadora do Programa de Extensão Cultura, Identidade e Memória na Amazônia (PROPEXT-CIMA) da UFOPA.

Lattes iD:  http://lattes.cnpq.br/3817211654213477

Orcid iD:  https://orcid.org/0000-0003-3033-7918

E-mail: habia_atm@hotmail.com

Publicado
2021-06-30
Como Citar
Paulino, I., Silva, E., & Melo, H. (2021). Amazônia como cenário da vida efervescente nas obras literárias de Inglez de Souza e José Veríssimo. Via Litterae (ISSN 2176-6800): Revista De Linguística E Teoria Literária, 13(1), 9-26. https://doi.org/10.5281/zenodo.5590981
Seção
Dossiê temático