A emergência do olhar e do protesto dos invisíveis na fabricação poética de Conceição Evaristo

Resumo

O presente trabalho analisa os poemas Favela e Abacateiro, presentes na obra Poemas da recordação e outros movimentos, de Conceição Evaristo, estabelecendo vínculos entre a poesia e os conceitos de visualidade (MIRZOEFF, 2016) e de fabricações visuais de protesto (RIFÀ-VALLS, 2018). Esta leitura realiza-se a partir da voz poética que aborda os espaços vividos, os lugares dos sujeitos apresentados revestidos por objetos visíveis e humanizados, para cumprir o papel de questionar o local desses (in)visíveis e criticar práticas normalizadoras na sociedade moderna, ao mesmo tempo em que aproxima estes elementos de uma ação política de denúncia. Tem como proposta a compreensão aprofundada das relações sociais e humanas e seus desígnios espaço-temporais em textos literários e da incorporação das manifestações à materialidade da poesia, ao mesmo tempo em que a poesia se torna força criadora para outros processos de narrativas visuais, ativistas e corporizadas.

Palavras-chave: Poesia de resistência. Fabricação visual. Protesto. Conceição Evaristo.

Abstract: This project analyzes the poems Favela and Abacateiro in the book Poemas da recordação e outros movimentos by Conceição Evaristo.  It establishes some links between the poetry and the concepts of visuality (MIRZOFF, 2016) and protest’s visual making (RIFÀ-VALLS, 2018). This reading is made by the poetic voice embracing the lived spaces and the presented characters’ places covered by visible and humanized objects to fulfill their questioning role and criticize practices that are considered normal by modern society. At the same time, these elements are approached to a political action of complaint. It proposes a deep understanding of social and human relations and their designs of time and space in literary terms, as well as an incorporation of expressions in poetry’s materialness while poetry itself becomes a creative power to other processes of visual, activist and embodied narratives.

Keywords: Resistance poetry. Visual making. Protest. Conceição Evaristo.  

Biografia do Autor

Jossier Sales Boleão, Universidade Federal de Goiás (UFG)

Doutorando em Arte e Cultura Visual (PPGACV/FAV/UFG), mestre em Língua, Literatura e Interculturalidade (UEG) e graduado em Letras Português (PUC/Goiás). Pesquisador em artes, bolsista CAPES. Possui interesse em educação e artes populares, literatura e outras artes, visualidades, contravisualidades e contranarrativas.

 Lattes iD:  http://lattes.cnpq.br/1525096555122947

Orcid iD:  https://orcid.org/0000-0001-9050-2183

E-mail: jossierboleao@gmail.com

Alice Fátima Martins, Universidade Federal de Goiás (UFG)

Doutora em Sociologia (UnB), Mestre em Educação (UnB), Licenciada em Educação Artística, Artes Visuais (UnB). Desenvolveu projetos de pós-doutorado no PACC/UFRJ e na Universidade de Aveiro, Portugal. É Professora Titular na Universidade Federal de Goiás, Pesquisadora Associada no Programa Avançado de Cultura Contemporânea, na Universidade Federal do Rio de Janeiro, e bolsista de produtividade em pesquisa pelo Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico CNPq.

Lattes iD:  http://lattes.cnpq.br/2768377569632609

Orcid iD: https://orcid.org/0000-0002-8674-8524

E-mail:  profalice2fm@ufg.br

Publicado
2021-06-30
Como Citar
Boleão, J., & Martins, A. (2021). A emergência do olhar e do protesto dos invisíveis na fabricação poética de Conceição Evaristo. Via Litterae (ISSN 2176-6800): Revista De Linguística E Teoria Literária, 13(1), 40-53. https://doi.org/10.5281/zenodo.5590993
Seção
Dossiê temático