Os mais velhos como baús de recordações: possibilidades de resgate da memória, ancestralidade e história familiar na literatura dedicada à infância

Resumo

A literatura infantil configura-se como cenário privilegiado para a expressão dos afetos que integram a relação das crianças com os mais velhos. As obras dedicadas à infância possuem dimensões sociais evidentes e estabelecem relações entre literatura, memória e sociedade. Nesse sentido, este estudo propõe a análise de algumas narrativas dedicadas à infância que referenciam o resgate das memórias de família através do contato dos pequenos com seus avós e bisavós. Os textos selecionados para a análise têm como protagonistas crianças que abrem os “arquivos” e provocam o resgate da memória individual e coletiva, recuperam a ancestralidade familiar e, dessa forma, contribuem para a formação identitária das personagens em questão. Para tanto, utiliza-se como principal base teórica: Halbwachs (2009); Bosi (1994); Candido (2000); Ricoeur (2007); Assmann (2011), entre outros. Com base nessa discussão proposta pelos estudiosos, observa-se como a memória, a história e a ficção se unem nas obras para a infância em um trabalho de rememoração, de reconstituição e de reinvenção da vida e, como as personagens infantis, através do contato com os mais velhos, cumprem com um “dever de memória”, ao ter em suas mãos o papel de manter viva a história coletiva familiar.

Palavras-chave: Literatura Infantil. Memória. Sociedade.

Abstract: Children's literature is a privileged setting for the expression of affections that integrate the relationship of children with their elders. The works dedicated to childhood have evident social dimension sand establish relationships between literature, memory and society. In this sense, this study proposes the analysis of some narratives dedicated to childhood that refer to there scueof family memories through the contac to fthelittle ones witht heir grandparents and great-grandparents. The select ed texts for the analysis have as protagonist schildren who open the “archives” and bring about there scue of individual and collective memory, recover the family ancestry and, thus, contribute to the identity formation of the characters in question. For this, Halbwachs (2009) isused as them a in the oretical basis; Bosi (1994); Candido (2000); Ricoeur (2007); Assmann (2011), among others. Base dont his discussion proposed by scholars, it is observed how memory, history and fiction come together in works for childhood in a work of remembrance, reconstitution and reinvention of life and, like the children's characters, through contact with their elders, they fulfill a “duty of memory”, having in their hands the role of keeping the collective family history alive.

Keywords: Children's Literature. Memory. Society.  

Biografia do Autor

Renata Toigo, Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (PUCRS)

Doutoranda e Mestre pelo programa de Pós-Graduação em Letras da Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (PUCRS) na área de Teoria da Literatura. Especialista em Literatura Brasileira e Graduada em Letras pela mesma universidade. Atualmente, desenvolve pesquisa nas áreas da Literatura, História e Memória com ênfase na Literatura para a Infância e formação de leitores.

Lattes iD: http://lattes.cnpq.br/5521015556860353

Orcid iD: https://orcid.org/0000-0002-3158-3021

E-mail:  renata.toigo@edu.pucrs.br

Regina Kohlrausch, Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (PUCRS)

Graduação em Letras Português/Espanhol e respectivas Literaturas pela Pontifícia Universidade Católica do rio Grande do Sul. Mestrado e doutorado em Letras pela Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul. Pós-doutoramento na Universidade de Vigo, Espanha, com bolsa CAPES/Fundación Carolina em 2011. Professora titular da Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (PUCRS).

Lattes iD: http://lattes.cnpq.br/3060504052514599

Orcid iD: https://orcid.org/0000-0002-1410-7429

E-mail: regina.kohlrausch@pucrs.br

 

Publicado
2021-06-30
Como Citar
Toigo, R., & Kohlrausch, R. (2021). Os mais velhos como baús de recordações: possibilidades de resgate da memória, ancestralidade e história familiar na literatura dedicada à infância. Via Litterae (ISSN 2176-6800): Revista De Linguística E Teoria Literária, 13(1), 54-67. https://doi.org/10.5281/zenodo.5591004
Seção
Dossiê temático