METROPOLIZAÇÃO E SUAS IMPLICAÇÕES NA PRODUÇÃO DO ESPAÇO DE APARECIDA DE GOIÂNIA (GO)

UM ESTUDO A PARTIR DOS PARQUES URBANOS

  • Juliana Gomes da Silva Universidade Federal de Goiás (UFG)

Resumo

O presente artigo tem como objetivo analisar o processo de metropolização no município de Aparecida de Goiânia enfocando os parques urbanos na produção do seu espaço. Os parques urbanos, embora sejam públicos, justificados pela ideia de preservação ambiental, são apropriados por agentes imobiliários para agregar valor na mercadoria terra. Tal fato, acaba por fragmentar a cidade, valorizando determinados espaços de interesso do capital. Para uma melhor compreensão deste processo, foi realizada pesquisa bibliográfica e coleta de dados junto aos órgãos públicos municipais, para entender a dinâmica ubana aparesidense e a construção dos parques. Como instrumento metodológico, ainda utilizou-se registros fotográficos e elaboração de mapas a partir de softwares de georreferenciamento e geoprocessamento, de modo a permitir uma melhor compreensão do papel desempenhado por Aparecida de Goiânia no contexto da RMG e assim, refletir criticamente a quem os parques urbanos são destinados na cidade.

Palavras-chave. Parques Urbanos; Aparecida de Goiânia; Metropolização.

Biografia do Autor

Juliana Gomes da Silva, Universidade Federal de Goiás (UFG)

 

 

 

Publicado
2021-10-29