CONSCIÊNCIA FEMINISTA NEGRA: DAS RESISTÊNCIAS INTERSECCIONAIS ÀS RESISTÊNCIAS DECOLONIAIS

  • Vanilda Maria de Oliveira Unemat
Palavras-chave: feminismo negro; feminismo interseccional, feminismo decolonial.

Resumo

Em sua produção intelectual e política, feministas negras construíram um rico campo de interpretações das relações coloniais e pós-coloniais que foram imprescindíveis para desestabilizar as interpretações dos colonizadores. Desde a década de 70, o conceito de interseccionalidade desenvolvido pela pensadora negra estadunidense Kimberlé Crenshaw se mostrou muito valioso para o desenvolvimento da teoria feminista negra. No entanto, algumas décadas depois, com a teoria feminista negra já consolidada, chega o momento de uma análise crítica desse conceito, que está sendo desenvolvida por feministas negras identificadas como decoloniais. É sobre as contribuições desse conceito e sua crítica atual que trata este artigo.

Publicado
2021-12-15