“A riqueza na medida do possível”: bens e atividades econômicas entre os alforriados em Mariana – (1727 a 1838)

  • Rogéria Cristina Alves Universidade Federal de Minas Gerais Belo Horizonte, Minas Gerais, Brasil

Resumo

Este trabalho objetiva investigar as formas de ascensão econômica e social experimentadas pelos alforriados no Termo de Mariana, entre 1727 e 1838. Analisam-se, através dos testamentos e inventários post-mortem de homens e mulheres forros as possibilidades encontradas e criadas por eles para se sustentarem, angariarem posses materiais e obter reconhecimento e distinção na sociedade em que viviam. Compreende-se que as formas de ascensão econômica e social disponíveis aos alforriados devem ser vistas sob uma ótica específica: a riqueza disponível a esses indivíduos e a ascensão social deles em um meio que se pensava quase exclusivo de livres e brancos.

Biografia do Autor

Rogéria Cristina Alves, Universidade Federal de Minas Gerais Belo Horizonte, Minas Gerais, Brasil
Mestre em História Social da Cultura pelaUniversidade Federal de Minas Gerais
Como Citar
Alves, R. (1). “A riqueza na medida do possível”: bens e atividades econômicas entre os alforriados em Mariana – (1727 a 1838). Revista De História Da UEG, 1(2), 63-78. Recuperado de https://www.revista.ueg.br/index.php/revistahistoria/article/view/1304
Seção
Artigos (Tema Livre)