EFEITOS DE UM PROTOCOLO DE TREINAMENTO MUSCULAR INSPIRATÓRIO NOS NÍVEIS DE NITRITO E NITRATO NO CONDENSADO DO EXALADO PULMONAR

  • Paulo Eduardo Gomes Ferreira Faculdade Barão de Mauá
  • Daniella Alves Vento
  • Andrea Campos de Carvalho Ferreira Faculdade Barão de Mauá
  • Livia Arcêncio Universidade Federal de Santa Catarina
  • Alfredo José Rodrigues Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto da Universidade de São Paulo
Palavras-chave: Nitrito/nitrato. Condensado do Exalado Pulmonar. Músculo respiratório.

Resumo

Objetivo: Verificar se o programa de treinamento respiratório influenciou os níveis de nitrito/nitrato (NO-2/NO-3) no Condensado do Exalado Pulmonar (CEP) em candidatos à cirurgia cardíaca. Metodologia: Forma selecionados 21 pacientes voluntários de ambos os sexos, idosos, com fraqueza dos músculos inspiratórios e candidatos à operação de revascularização miocárdica/cirurgia valvar internados no Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto da Universidade de São Paulo (FMRP/USP) foram randomizados em grupo controle (GC=10) submetidos a um mínimo de 9 dias de treinamento muscular inspiratório utilizando incentivo com "Threshold Inpiratory Muscle Traine" com aumento progressivo diário da carga de acordo com a tolerância do paciente e grupo treinamento (GT= 11) receberam apenas fisioterapia convencional. Foram comparados os valores espirométricos, a pressão inspiratória máxima, a pressão expiratória máxima e os valores de NO-2/NO-3 no CEP antes e após o treinamento em cada grupo.  Resultados: Observou-se que após o treinamento, na espirometria, apenas o pico de fluxo expiratório apresentou alteração significativaa (p<0,02), houve aumento relevante na força muscular respiratória inspiratória em ambor grupos, GC (p<0,03) e no GT (p<0,004). Redução significativa dos níveis de NO-2/NO-3 (p<0,05) apenas do grupo treinado. Conclusão: O protocolo de treinamento respiratório, mesmo em curtíssimo prazo, promoveu melhora da força muscular respiratória e influenciou na concentração de mediadores NO-2/NO-3, o que pode sugerir que o treinamento pode exercer alguma influência na inflamação das vias aéreas. Mais estudos com amostras maiores são necessários para determinar o benefício da redução do mediador com o treinamento de força muscular respiratória.

Publicado
2021-09-16
Como Citar
Ferreira, P., Vento, D., Ferreira, A., Arcêncio, L., & Rodrigues, A. (2021). EFEITOS DE UM PROTOCOLO DE TREINAMENTO MUSCULAR INSPIRATÓRIO NOS NÍVEIS DE NITRITO E NITRATO NO CONDENSADO DO EXALADO PULMONAR. Movimenta (ISSN 1984-4298), 14(2), 287-295. Recuperado de https://www.revista.ueg.br/index.php/movimenta/article/view/11534
Seção
Artigo Original