O EFEITO DO TREINAMENTO MUSCULAR RESPIRATÓRIO NA CONDIÇÃO FÍSICA EM ADULTOS JOVENS

  • Elisânegela Pereira Hendler UNISUL
  • Kelser de Souza Kock
Palavras-chave: fisioterapia, fraqueza muscular, exercícios respiratórios, teste de esforço, aptidão cardiorespiratória

Resumo

Introdução: A fraqueza e fadiga muscular respiratória podem afetar um indivíduo saudável de inúmeras formas, podendo comprometer sua performance na realização do exercício. O treinamento muscular respiratório (TMR) é uma medida de tratamento que traz solução para esse problema, condicionando músculos respiratórios a realizarem com maior aptidão a sua função. Objetivo:  avaliar os efeitos nas pressões inspiratória (PImáx) e expiratória máximas (PEmáx) e consumo máximo de oxigênio (VO2máx) por meio do TMR em indivíduos saudáveis. Método: Foi realizado um estudo experimental em universitários com fraqueza muscular respiratória. No grupo experimental (GE) foram realizadas 12 intervenções para TMR com 50% da PImáx com o dispositivo Powebreathe Plus® e no grupo controle (GC) a utilização de espirômetro de incentivo. Foram mensuradas PImáx, PEmáx e VO2máx pré e pós e intervenção. Resultados: Houve aumento significativo (p=0,028) na PImáx do GC [PRÉ = 64,0 (44,0-93,0)cmH2O e PÓS= 87,0 (60,0-107,0)cmH2O]. Também foi encontrado incremento significativo (p=0,018) na PImáx do GE [PRÉ=41,0(22,0-71,0)cmH2O e PÓS=73,0 (61,0-102,0)cmH2O]; e na  PEmáx (p=0,018)  [PRÉ=49,0 (25,0-87,0)cmH2O e PÓS=71,0 (58,0-102,0)cmH2O] O VO2máx não mostrou melhora significativa em nenhum dos grupos. Conclusão:  o TMR foi eficaz no aumento de força muscular respiratória, entretanto não se mostrou significativo para melhorar a condição física em adultos jovens.

Publicado
2021-05-14
Como Citar
Hendler, E., & Kock, K. (2021). O EFEITO DO TREINAMENTO MUSCULAR RESPIRATÓRIO NA CONDIÇÃO FÍSICA EM ADULTOS JOVENS. Movimenta (ISSN 1984-4298), 14(1), 42-53. Recuperado de https://www.revista.ueg.br/index.php/movimenta/article/view/10032
Seção
Artigo Original