A TRILHA DO TATU (ANÁPOLIS - GO):

UM AMBIENTE A CÉU ABERTO PARA ATIVIDADES DE ENSINO

  • ADRYELLY MOREIRA TAVARES Universidade Estadual de Goiás
  • CLAUDIO FERNANDES DE SOUSA Universidade Estadual de Goiás
  • ELISA PARREIRA DARIM Universidade Estadual de Goiás
  • THIAGO PRUDENTE DE MACÊDO Universidade Estadual de Goiás
  • VANDERVILSON ALVES CARNEIRO Universidade Estadual de Goiás

Resumo

Resumo: A Trilha do Tatu, na UEG - Universidade Estadual de Goiás, Campus de Ciências Exatas e Tecnológicas Henrique Santillo (CET), Anápolis / GO, materializa-se como um ambiente não formal e com potencialidades de ensino-aprendizagem. Assim, este estudo foi desenvolvido com o objetivo de reconhecer as fitofisionomias do Cerrado, a fisiografia e a ação antrópica  do lugar via leitura visual da paisagem e registrar os elementos e/ou fatores relevantes que caracterizam a Trilha do Tatu como uma unidade de preservação ambiental. À luz de um trabalho de campo realizado em 19/02/2019, em uma ação pedagógica da disciplina de Fundamentos em Gestão Ambiental, do curso de pós-graduação Lato Sensu em Gestão Ambiental ficou evidenciado que a Trilha do Tatu constitui-se em um espaço não formal singular que proporciona a mediação do conhecimento in situ, a céu aberto em um prisma vivencial e que configura uma possibilidade didático-pedagógica para a construção de conhecimentos com foco tanto na teoria em sala como na prática in loco.

Palavras-chave: Trilha ecológica; Trabalho de campo; Ensino; Cerrado.

Biografia do Autor

ADRYELLY MOREIRA TAVARES, Universidade Estadual de Goiás

Discente do Curso de Pós-Graduação Lato Sensu em Gestão Ambiental, da UEG - Universidade Estadual de Goiás, Campus Henrique Santillo (Ciências Exatas e Tecnológicas), Anápolis / GO

CLAUDIO FERNANDES DE SOUSA, Universidade Estadual de Goiás

Discente do Curso de Pós-Graduação Lato Sensu em Gestão Ambiental, da UEG - Universidade Estadual de Goiás, Campus Henrique Santillo (Ciências Exatas e Tecnológicas), Anápolis / GO

ELISA PARREIRA DARIM, Universidade Estadual de Goiás

Discente do Curso de Pós-Graduação Lato Sensu em Gestão Ambiental, da UEG - Universidade Estadual de Goiás, Campus Henrique Santillo (Ciências Exatas e Tecnológicas), Anápolis / GO

THIAGO PRUDENTE DE MACÊDO, Universidade Estadual de Goiás

Discente do Curso de Pós-Graduação Lato Sensu em Gestão Ambiental, da UEG - Universidade Estadual de Goiás, Campus Henrique Santillo (Ciências Exatas e Tecnológicas), Anápolis / GO

VANDERVILSON ALVES CARNEIRO, Universidade Estadual de Goiás

Docente do Curso de Pós-Graduação Lato Sensu em Gestão Ambiental, da UEG - Universidade Estadual de Goiás, Campus Henrique Santillo (Ciências Exatas e Tecnológicas), Anápolis / GO

Publicado
2022-02-02
Seção
Artigos