AVALIAÇÃO DE MUDAS DE Coffea arabica L. SOB AS DIFERENTES DOSES DE COMPOSTO ORGÂNICO

  • MAURÍCIO DOMINGUEZ NASSER APTA (Agência Paulista de Tecnologia dos Agronegócios)
  • VANDERVILSON ALVES CARNEIRO UEG - Universidade Estadual de Goiás
  • AUGUSTO ZONTA APTA (Agência Paulista de Tecnologia dos Agronegócios)

Resumo

Resumo: Em busca de alternativas para a produção de mudas de café arábica com qualidade e baixo custo produtivo, objetivou-se neste trabalho avaliar o desenvolvimento vegetativo das mudas cafeeiras sob as diferentes doses de composto orgânico a base de restos de poda de árvores em substrato comercial (Plantmax®). O experimento foi instalado na fazenda experimental da APTA Regional - Polo Alta Paulista no município de Adamantina (SP), e conduzido sob o delineamento experimental inteiramente casualizado com cinco tratamentos: 100% substrato comercial (SC), 100% composto orgânico a base de poda de árvores (COPA), 75% SC + 25% COPA, 50% SC + 50% COPA, 25% SC + 75% COPA, e quatro repetições. Os parâmetros avaliados foram: altura de planta, área foliar, diâmetro de caule, número de folhas definitivas, e massa de matéria seca da parte aérea e raíz.   Pode-se concluir que o uso de 100% COPA  não substituiu o substrato comercial Plantmax®, mas a composição de 75% do composto orgânico misturado a 25% do substrato comercial apresentou resultados agronômicos em mudas cafeeiras muito próximos aos obtidos pelo uso total do substrato Plantmax®. 

Palavras-chave: Cafeicultura;  Propagação; Composto Orgânico.

Publicado
2021-01-21
Seção
Artigos