MILHO E SORGO E SUAS POTENCIALIDADES NAS APTIDÕES CLIMÁTICAS PARA O ESTADO DA PARAÍBA, BRASIL

  • RAIMUNDO MAINAR DE MEDEIROS Pós-Doutor pela Universidade Federal Rural de Pernambuco / UFRPE

Resumo

Resumo: O objetivo do estudo é avaliar a aptidão agroclimática dos cultivos milhos e sorgos que permita visualizar ou identificar o seu potencial produtivo no estado da Paraíba. Utilizaram-se dos valores da temperatura média do ar das estações meteorológicas dos estados pertencente ao Instituto Nacional de Meteorologia e as complementação dos dados foram estimados pelo software Estima_T. Os dados pluviométricos foram adquiridos da Agência Executiva de Gestão das Águas do Estado da Paraíba compreendido entre 1962-2019 para as séries pluviais e de temperatura. Para as classificações das aptidões do sorgo e milho utilizou-se do período chuvoso normal das distribuições pluviais sem levar em considerações os sistemas de irrigações, ou seja, para o plantio sequeiro. A aptidão plena da cultivar milho esta localizada no setor litoral e agreste. Na região Cariri/Curimatau e parte da região do sertão tem-se aptidão restrita por deficiências hídricas. A aptidão moderada ocorreu na parte do cariri/curimatau e alto sertão. A aptidão climática para a cultura do sorgo plena sem restrições localiza-se na região litorânea e área isolada no Cariri/Curimatau. A aptidão plena com período chuvoso prolongado situa-se no agreste e em área isolado do alto sertão.

Palavras-chaves: Flutuações pluviais e térmicas. Excedentes e deficiências hídricas. Análises de elementos climáticos.

Publicado
2020-07-23
Seção
Artigos