TRABALHO DE CAMPO COMO INSTRUMENTO DE ENSINO-APRENDIZAGEM REALIZADO NO PARQUE ESTADUAL DA SERRA DOURADA (GOIÁS)

  • FERNANDA ALVES DE OLIVEIRA FERREIRA Mestranda em Geografia da UEG - Universidade Estadual de Goiás, Campus Cora Coralina, Cidade de Goiás (GO) e Docente da Rede Pública de Ensino do Estado de Goiás
  • VANDERVILSON ALVES CARNEIRO Docente do Mestrado em Geografia da UEG - Universidade Estadual de Goiás, Campus Cora Coralina, Cidade de Goiás (GO)

Resumo

Resumo: Este trabalho tem por objetivo relatar a experiência de uma atividade de campo como requisito da disciplina Tópicos em Geodiversidade do curso de Pós-Graduação em Geografia da Universidade Estadual de Goiás – Câmpus Cora Coralina. As atividades foram realizadas no Parque Estadual da Serra Dourada (PESD), localizado nos municípios de Goiás, Mossâmedes e Buriti de Goiás – GO. O PESD ocupa uma área de 28.625,1773 hectares e abriga uma rica geodiversidade, com a possibilidade para inúmeros estudos geoambientais, potenciais de geossítios e a criação de um geoparque. O trabalho foi realizado com êxito, onde foram abordados os temas relacionados aos aspectos geológicos, pedológicos, entre outros.
Palavras Chave: Estudos geoambientais. Geossítios. Geoparque. Geoconservação.

Publicado
2020-07-21
Seção
Artigos