REVOLUÇÃO BURGUESA NO BRASIL: DESENVOLVIMENTO DO CAPITALISMO MUNDIAL E A FORMAÇÃO DO ESTADO NACIONAL BRASILEIRO

  • Carlos Alberto Francisco de Sousa
  • Glauber Lopes Xavier Universidade Estadual de Goiás

Resumo

A colonização brasileira teve como sentido a expansão mercantilista do capitalismo mundial. O objetivo geral desse artigo é investigar a formação do capitalismo brasileiro, em específico, pretende-se investigar a constituição do Estado nacional brasileiro. O método utilizado foi o histórico-estrutural e realização pesquisa bibliográfica. Conclui-se que a via prussiano-colonial fica evidenciado no caráter dependente da economia brasileira aos países centrais do capitalismo mundial. E ainda que a tese da reversar neocolonial volta a fazer sentido para a economia brasileira.

Biografia do Autor

Carlos Alberto Francisco de Sousa

Bacharel em Ciências Econômicas. Pós-graduado em Políticas Públicas e Dinâmicas Territoriais. Mestrando em Ciências Sociais e Humanidades pela Universidade Estadual de Goiás - UEG, Unidade Universitária de Ciências Socioeconômicas e Humanas. Bolsista CAPES DS.

Glauber Lopes Xavier, Universidade Estadual de Goiás

Docente do programa de Pós-Graduação em Territórios e Expressões Culturais no Cerrado (PPG-TECCER). Doutor em Sociologia pela Universidade Federal de Goiás (UFG).

Publicado
2020-08-23
Seção
Artigos