A RELAÇÃO ENTRE AQUISIÇÃO TARDIA DA LIBRAS COMO L1 POR PESSOA SURDA E CONSTRUÇÃO DE IDENTIDADE(S) SURDA(S) NA PÓS-MODERNIDADE

  • Miriam Ramos dos Santos Universidade do Estado da Bahia - UNEB

Resumo

Resumo: O presente artigo trata-se de uma análise da aquisição tardia da Libras como L1 por pessoa surda e sua possível interferência na construção de identidade(s) surda(s) na pós-modernidade. Para procedermos nossa investigação utilizaremos como corpus a obra autobiográfica A verdadeira beleza de Vanessa Vidal (Miss-Ceará 2008), com foco na experiência narrada pela jovem surda sobre sua aquisição da Libras e sua(s) (re)descoberta(s) identitária(s). Como aporte teórico, recorreremos às pesquisas sobre aquisição da linguagem por surdos (QUADROS; PIZZIO e QUADROS; LILLO-MARTIN), aos estudos surdos (STUMPF; PERLIN; ROSA) e aos estudos culturais (HALL; SILVA; WOODWARD). Partimos da hipótese de que a aquisição da Libras pode ser um fator determinante para a construção de identidade(s) surda(s), sobretudo para que uma pessoa possa (re)conhecer-se como surda, considerar que tenha diferença (e não deficiência) devido à experiência visual-espacial.

Publicado
2021-12-22
Seção
Tema livre