Que os façamos ouvir

Resenha sobre o livro 'Se me deixam falar'

  • Ana Luiza Tanno Universidade Federal de Goiás
  • Marina Ferreira Universidade Federal de Goiás
  • Victor M. Weber Universidade Federal de Goiás
  • Ana Paula de Castro Neves Universidade Federal de Goiás https://orcid.org/0000-0002-3308-9115
Palavras-chave: sindicalismo, mineradora, latino-americano.

Resumo

Resenha sobre o livro Se me deixam falar, de Moema Viezzer, com as narrativas colhidas pela autora de Domitlia Barrios, líder sindicalista boliviana que lutou pelos direitos de seu povo, especialmente das mulheres e da classe trabalhadora durante os diversos golpes e ditaduras presentes na história da Bolívia. Além de esposa de mineiro, a sindicalista também era filha de um minerador e, morou por quase toda a sua vida em uma mineradora estatal chamada Siglo XX, onde as condições dos trabalhadores eram insalubres. O livro divide a narrativa de Domitila em sua vida, sua situação e sua e suas reivindicações, todas narradas sem que houvesse alterações nas expressões idiomáticas de Domitila. O livro mostra parte dos processos de luta latino-americanos a partir de uma perspectiva feminina, pouco encontrada em grandes narrativas históricas. Vale-se de um passado muito próximo para que possamos trazer novas perspectivas de luta para o futuro latino-americano.

 

Publicado
2021-12-28
Como Citar
TANNO, A. L.; FERREIRA, M.; WEBER, V.; CASTRO NEVES, A. P. Que os façamos ouvir. Atâtôt - Revista Interdisciplinar de Direitos Humanos da UEG, v. 2, n. 3, p. 143-145, 28 dez. 2021.
Seção
Resenhas