CARACTERÍSTICAS FISIOLÓGICAS E DE DESENVOLVIMENTO DO MARACUJÁ SUBMETIDO A DIFERENTES FORMAS DE PROPAGAÇÃO E INTERVALOS DE IRRIGAÇÃO

  • Lucas Aparecido Manzani Lisboa UNESP - Universidade Estadual Paulista, Câmpus Dracena, Dracena - SP

Resumo

O objetivo desse trabalho foi verificar as características fisiológicas e de desenvolvimento do maracujá submetido a diferentes formas de propagação e intervalos de irrigação. O experimento foi realizado no período de maio a julho de 2019 na Universidade Estadual Paulista (Unesp), Faculdade de Ciências Agrárias e Tecnológicas, localizada no município de Dracena, estado de São Paulo. O delineamento experimental foi inteiramente casualizado (DIC), em arranjo fatorial de 3x3, onde foram utilizados métodos de propagação do maracujá (MP), sendo eles: a espécie P. edulis propagada com sementes (PS); a P. edulis enxertada sobre a espécie P. gibertii propagada por semente (E x PS) e a P. edulis enxertada sobre a espécie P. gibertii propagada por estaca (E x PE) e interagindo com três intervalos de irrigação (I), sendo elas irrigadas com intervalos de 4, 8 e 12 dias, com quatro repetições totalizando 36 parcelas. Foi observado que plantas propagadas por sementes apresentaram menores índices de crescimentos. Mudas de maracujazeiro enxertadas em plântulas obtidas por estacas ou sementes apresentam vigor para serem propagadas comercialmente. Intervalos de irrigação acima de 8 dias é prejudicial ao desenvolvimento do maracujá. Intervalos de irrigação acima de 8 dias proporciona uma maior concentração de clorofila devido a baixa turgidez das células devido a menor dispersão dos cloroplastos no citoplasma das células.

Biografia do Autor

Lucas Aparecido Manzani Lisboa, UNESP - Universidade Estadual Paulista, Câmpus Dracena, Dracena - SP
Possui Graduação em Ciências/Biologia Licenciatura Plena pelo Centro Universitário de Jales (2006). Doutor em Sistemas de Produção com Tese defendida na área de Produção Vegetal e Morfofisiologia Vegetal - pela Faculdade de Engenharia de Ilha Solteira da UNESP - Universidade Estadual Paulista "Júlio de Mesquita Filho"
Publicado
2021-08-03