Mulheres de Malandro: personagens femininas em "Malagueta, Perus e Bacanaço" , de João Antônio

  • Ana Cláudia Paschoal Universidade Estadual de Maringá (UEM)

Resumo

João Antônio (1937-1996) é conhecido como criador de personagens marginalizados, moradores de periferias e malandros em geral. Seus contos, na maioria das vezes, são ambientados em quartéis, bares, prostíbulos ou salões de sinuca e protagonizados por personagens masculinas. As personagens femininas costumam ocupar pequeno espaço dentro das narrativas desse autor. Este artigo visa a analisar o papel das personagens Maria, tia e Marli, na trajetória dos protagonistas do conto “Malagueta, Perus e Bacanaço” – talvez o mais famoso desse escritor. Essas três personagens femininas são analisadas dentro dos espaços em que vivem e dentro das relações que elas têm com seu momento histórico, com suas origens socioeconômicas, com o exercício de seus papéis sociais, de modo a demonstrar a importância das mesmas na vida dos três malandros dentro da noite da cidade de São Paulo.

Biografia do Autor

Ana Cláudia Paschoal, Universidade Estadual de Maringá (UEM)

Doutoranda e Mestra em Literatura Brasileira pela Universidade Estadual de Maringá - PR (UEM). Currículo Lattes: http://lattes.cnpq.br/7231957586430448. E-mail: anaclaudiapaschoal@hotmail.com.

Publicado
2017-12-30
Seção
Teoria Literária