As irmandades e o campo religioso católico da capitania de Mato Grosso (1745-1803)

The brotherhoods and the catholic religion in the Captaincy of Mato Grosso (1745-1803)

  • Gilian Evaristo França Silva Instituto Federal Catarinense (IFC)

Resumo

Resumo: Neste artigo analisamos a formação das irmandades religiosas na constituição do campo religioso católico da capitania de Mato Grosso, especificamente da Prelazia do Cuiabá, no século XVIII. Não ocorreu nessa jurisdição eclesiástica uma ação efetiva da política do padroado régio, fazendo com que a população custeasse a construção dos templos e os serviços religiosos. A Prelazia do Cuiabá foi criada em 1745, subordinada ao Bispado do Rio de Janeiro, porém seu cargo de prelado esteve vacante até o ano de 1803. Os grupos sociais desse campo religioso eram constituídos por brancos, portugueses, indígenas, africanos e seus descendentes escravizados ou libertos, situados numa sociedade marcada pela forte miscigenação e hierarquização dos grupos sociais. As irmandades religiosas representaram as posições desses grupos sociais e a necessidade e o consumo dos bens de salvação pelos fiéis.

Palavras-chave: Irmandades Religiosas. Catolicismo. Capitania de Mato Grosso.

Biografia do Autor

Gilian Evaristo França Silva, Instituto Federal Catarinense (IFC)

Doutor em História pela Universidade Federal do Paraná (UFPR); docente do Instituto Federal Catarinense (IFC).  

Publicado
2019-12-06
Como Citar
Silva, G. (2019). As irmandades e o campo religioso católico da capitania de Mato Grosso (1745-1803). Revista De História Da UEG, 8(2), e821919. Recuperado de https://www.revista.ueg.br/index.php/revistahistoria/article/view/9602