A cidade, os índios e a belle époque: Manaus no final do Século XIX (Amazonas – Brasil)

  • Bruno Miranda Braga Universidade Federal do Amazonas - UFAM

Resumo

Resumo: O artigo se propõe a apresentar aspectos culturais e representacionais do cotidiano da cidade de Manaus (AM), na segunda parte do século XIX. O recorte temporal abriga uma fase na qual a cidade passou por uma transformação visual e arquitetônica que se cristalizou num discurso de boa vida e grandeza. Esse discurso da belle époque alegria, construída por narradores celebrativos, apresentou apenas uma versão da história, e por muito tempo tentou encobrir outros artífices da cultura da cidade, como os grupos indígenas que nela residiam. Nesse pressuposto, apresentamos outras leituras de fontes que apresentam uma cidade de cultura hibrida, não unilateral como apresentada outrora.

Palavras-Chave: Índios. Cultura. Cidade. Manaus. Século XIX.

 

Biografia do Autor

Bruno Miranda Braga, Universidade Federal do Amazonas - UFAM
Mestre em História Social. Membro, e do Grupo de Pesquisas em Cultura e Historiografia da Amazônia - CAHIAM. 
Publicado
2016-07-01
Como Citar
Braga, B. (2016). A cidade, os índios e a belle époque: Manaus no final do Século XIX (Amazonas – Brasil). Revista De História Da UEG, 5(1), 103-123. Recuperado de https://www.revista.ueg.br/index.php/revistahistoria/article/view/4863
Seção
Artigos (Tema Livre)