A historiografia piauiense acerca da escravidão no Brasil (Séculos XVIII-XIX)

  • Rodrigo Caetano Silva Universidade Federal do Piauí - UFPI

Resumo

Resumo: Na historiografia piauiense encontramos pontos de divergência e convergência quando o tema é a escravização dos negros. Nos debates sobre as relações sociais na literatura regional, as argumentações vão do céu ao inferno quando se trata da convivência entre senhor e escravizado. Duas principais vertentes podem ser percebidas na revisão historiográfica acerca do tema: aqueles que retratam uma escravidão mais branda, na qual o escravo não sofreria tanta violência por parte do senhor; e outra corrente de autores que pontua a violência contra o escravo como a principal marca deste sistema socioeconômico. Sendo assim, este artigo tem como objetivo principal pontuar as concordâncias e discordâncias que existem na produção historiográfica piauiense sobre a escravidão dos negros. 

Palavras-Chave: Historiografia. Escravidão.  Piauí.

Biografia do Autor

Rodrigo Caetano Silva, Universidade Federal do Piauí - UFPI
Pesquisador do Núcleo de Pesquisa em Memória- NUPEM da Universidade Federal do Piauí - UFPI. Atua na área de História. 
Publicado
2015-07-29
Como Citar
Silva, R. (2015). A historiografia piauiense acerca da escravidão no Brasil (Séculos XVIII-XIX). Revista De História Da UEG, 4(1), 172-197. Recuperado de https://www.revista.ueg.br/index.php/revistahistoria/article/view/3416
Seção
Artigos (Tema Livre)