Leitura e Sociabilidade no Alto Sertão da Bahia: a biblioteca do Club Rio Contense (1902-1990)

  • Simone Ramos Marinho Universidade Federal da Bahia (UFBA)

Resumo

Para além de lugar de memória e de preservação do patrimônio intelectual, a biblioteca configura-se como um espaço de democratização do conhecimento. Em 14 de janeiro de 1902, era oficializada a criação da biblioteca do Club Rio Contense , a primeira da cidade de Rio de Contas, Alto Sertão da Bahia. Esta instituição estabeleceu uma nova forma de sociabilidade para a região, e deu início, ainda que de forma incipiente, à penetração da leitura naquela comunidade sertaneja. Por isso, propõe-se discutir, a partir da perspectiva da historiografia da leitura, a importância dessa iniciativa e, também, analisar como este novo espaço de sociabilidade contribuiu para fomentar o desenvolvimento da vida social e cultural desta cidade ao permitir a circulação da leitura.

Palavras-chave: Rio de Contas; biblioteca; sociabilidade; leitura.

Biografia do Autor

Simone Ramos Marinho, Universidade Federal da Bahia (UFBA)

Doutoranda do Programa de Pós-Graduação em História Social da Universidade Federal da Bahia; Bolsista CNPq

Publicado
2014-02-21
Como Citar
Marinho, S. (2014). Leitura e Sociabilidade no Alto Sertão da Bahia: a biblioteca do Club Rio Contense (1902-1990). Revista De História Da UEG, 2(2), 18-33. Recuperado de https://www.revista.ueg.br/index.php/revistahistoria/article/view/2092
Seção
Artigos (Tema Livre)