Atividades comerciais no contexto da economia de subsistência do século XIX em Goiás – Brasil

Commercial activities in the context of the 19th century subsistence economy in Goiás - Brazil

  • Tathiana Rodrigues Salgado Universidade Estadual de Goiás (UEG)

Resumo

Neste artigo discorremos sobre alguns aspectos das atividades comerciais desenvolvidas em Goiás no contexto da economia de subsistência que se estruturou após a crise da mineração do final do século XVIII. Durante quase todo o século XIX a palavra decadência é comumente utilizada pela historiografia para descrever a sociedade ruralizada e economicamente desintegrada que se instalou em Goiás após o esgotamento das minas auríferas. Mas, mesmo nesse contexto, as atividades comerciais se fizeram presentes e, em maior ou menor grau, participaram da nova dinâmica econômica de Goiás. A metodologia de pesquisa fundamentou-se na revisão bibliográfica, principalmente, nas contribuições de Palacin (1976), Palacin et al (1995), Bertran (1978, 2010) e MCCreery (2006), além de pesquisa documental junto às bases do Instituto Histórico Geográfico de Goiás (IHGG) e do Arquivo Histórico Ultramarinho de Lisboa (AHU).

 Palavras-chave: Goiás. Economia. Subsistência. Comércio. Século XIX.

Biografia do Autor

Tathiana Rodrigues Salgado, Universidade Estadual de Goiás (UEG)

Doutora em Geografia pela Universidade Federal de Goiás. Docente da Universidade Estadual de Goiás na Unidade de Porangatu e no Programa de Pós Graduação em Geografia do Campus Cora Coralina. 

Publicado
2020-11-12
Como Citar
Salgado, T. (2020). Atividades comerciais no contexto da economia de subsistência do século XIX em Goiás – Brasil. Revista De História Da UEG, 9(2), e922025. Recuperado de https://www.revista.ueg.br/index.php/revistahistoria/article/view/11150