Das armas aos livros: uma análise do discurso negacionista na obra A verdade sufocada de Carlos Alberto Brilhante Ustra

From weapons to books: an analysis of the denialist discourse in the book A verdade sufocada by Carlos Alberto Brilhante Ustra

Resumo

Este artigo tem como objetivo analisar as dimensões textuais e estilísticas presentes na narrativa negacionista de Carlos Alberto Brilhante Ustra em A verdade sufocada: a história que a esquerda não quer que o Brasil conheça e, para tanto, os mecanismos tropológicos propostos por Hayden White nortearão essa investigação. Demonstradas as estratégias explicativas utilizadas pelo coronel para convencer seu público sobre a sua visão de mundo, bem como a apreensão que faz do passado no atual contexto de guerra de memórias, espera-se contribuir para a construção de uma resposta ética e humanamente responsável acerca do passado traumático da Ditadura Civil-Militar de 1964-1985.

Palavras-chave: Negacionismo. Ditadura de 1964-1985. Guerra de memórias.

Biografia do Autor

João Francisco Teixeira Amaro da Silva, Universidade Federal de Alfenas (UNIFAL-MG)

Graduando em História pela Universidade Federal de Alfenas (UNIFAL).   

Publicado
2021-06-24
Como Citar
Silva, J. F. (2021). Das armas aos livros: uma análise do discurso negacionista na obra A verdade sufocada de Carlos Alberto Brilhante Ustra. Revista De História Da UEG, 10(02), e022103. Recuperado de https://www.revista.ueg.br/index.php/revistahistoria/article/view/10939