Os negativos de vidro no fundo da gaveta (ou como a Fotografia na escola não é arquivo)

The glass negatives at the bottom of the drawer (or as the School Photography is not an archive)

  • Hugo Rodrigues Cunha Escola Secundária de Camões
Palavras-chave: Escola. Fotografia. Liceu de Camões. Arquivo. Memória.

Resumo

A Escola é, pela sua natureza, uma instituição de memória pela forma como é obrigada a arquivar inúmeros documentos. No entanto fotografias, apesar das memórias que transportam e do registo visual que constituem, não são na maioria das vezes alvo de um arquivamento sistemático nas escolas. Neste artigo utiliza-se como exemplo a Escola Secundária de Camões, e o acaso da descoberta de negativos antigos em vidro no fundo de uma gaveta, como meio para refletir sobre o papel da fotografia nas escolas em Portugal, mobilizando-se os conceitos de memória colectiva, individual e de história.

Palavras chave: Escola. Fotografia. Liceu de Camões. Arquivo. Memória.

Biografia do Autor

Hugo Rodrigues Cunha, Escola Secundária de Camões

Doutorando em Arte Contemporânea pelo Colégio das Artes da Universidade de Coimbra; docente da Escola Secundária de Camões, Lisboa - Portugal. 

Publicado
2020-07-13
Como Citar
Cunha, H. (2020). Os negativos de vidro no fundo da gaveta (ou como a Fotografia na escola não é arquivo). Revista De História Da UEG, 9(2), e922004. Recuperado de https://www.revista.ueg.br/index.php/revistahistoria/article/view/10643