Por uma “modernização tradicionalista”: o projeto político conservador na Colômbia de La Regeneración (Século XIX)

For a “traditionalist modernization”: the conservative political project in Colombia by La Regeneración (19th century)

  • Giovana Eloá Mantovani Mulza Universidade Estadual de Maringá (UEM)

Resumo

Este trabalho propõe analisar o período da história colombiana conhecido como La Regeneración, cronologicamente situada nos decênios finais do oitocentos. Possuímos o intento de estudar o projeto político e cultural das elites conservadoras que compuseram os governos regeneradores, cujo principal representante fora o presidente e intelectual Rafael Nuñez. O objetivo primevo do projeto de La Regeneración visava promover uma modernização tradicionalista na Colômbia, caracterizada por rechaçar os aspectos básicos da modernidade ocidental – como as liberdades e direitos individuais – e incorporar certos elementos modernizantes no plano econômico e material – como o fortalecimento estatal, o controle dos caudilhos e a modernização das instituições estatais. Os conservadores tiveram a Igreja Católica como principal aliada. De antecipação, podemos afirmar que o projeto regenerador colombiano não foi anômalo ou anacrônico em comparação com seus vizinhos latino-americanos, mas baseou-se em um discurso que chamava a reconstituição do país.

Palavras-chave: História da Colômbia. La Regeneración. América Latina.

Biografia do Autor

Giovana Eloá Mantovani Mulza, Universidade Estadual de Maringá (UEM)

Mestranda em História pela Universidade Estadual de Maringá (UEM); bolsista da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES).

Publicado
2021-01-20
Como Citar
Mulza, G. E. (2021). Por uma “modernização tradicionalista”: o projeto político conservador na Colômbia de La Regeneración (Século XIX). Revista De História Da UEG, 10(01), e012113. Recuperado de https://www.revista.ueg.br/index.php/revistahistoria/article/view/10491