As práticas heréticas frente ao repúdio eclesiástico durante a Baixa Idade Média

The heretical practice in front of the Ecclesiastical Repudiation during the low average age

  • Alexandre Firmo dos Santos Universidade Federal de Sergipe (UFS)

Resumo

As heresias surgidas nos séculos XII e XIII, período que está inserido na Baixa Idade Média, são fenômenos que põe em questão o poder espiritual da Igreja, que decidiu tomar algumas medidas que iam desde o uso das escrituras sagradas até a projeção de conflitos bélicos para conter os seus avanços e preservar sua integridade. A partir do entendimento de Nachman Falbel e Hilaire Belloc sobre o conceito e algumas exemplificações de correntes heréticas passamos a compreender sua amplitude. De igual modo, são as análises feitas a partir dos aportes teóricos no tocante ao poderio e esplendor da Igreja, bem como sua reação contra os movimentos heréticos que direcionarão a assimilação deste artigo. Portanto, busca-se compreender todo esse enredo das diversas facetas que compõem a espiritualidade medieval.

Palavras-chave: Heresia. Igreja. Baixa Idade Média.

Biografia do Autor

Alexandre Firmo dos Santos, Universidade Federal de Sergipe (UFS)

Graduando em História pela Universidade Federal de Sergipe (UFS).   

Publicado
2020-07-28
Como Citar
Santos, A. (2020). As práticas heréticas frente ao repúdio eclesiástico durante a Baixa Idade Média. Revista De História Da UEG, 9(2), e922015. Recuperado de https://www.revista.ueg.br/index.php/revistahistoria/article/view/10274