As brincadeiras no imaginário infantil e as possibilidades contributivas para o processo ensino – aprendizagem

  • Luana da Silva Maciel
  • Márcia Rosa da Silva
Palavras-chave: Brincadeira. Brinquedo. Brincar. Ensino. Aprendizagem

Resumo

Objetiva-se no presente Trabalho de Curso situar as Brincadeiras no imaginário infantil e identificar possibilidades de contribuições da atividade de brincar para o processo ensino- aprendizagem. Esta é uma questão que continuamente reúne estudiosos interessados em ampliar a compreensão científica do desenvolvimento infantil e aqui representa a justificativa de realização deste estudo. Estabelece-se como problema científico averiguar em que dimensões ou proporções o (des) conhecimento do valor pedagógico- didático das Brincadeiras na Educação Infantil pode afetar o desenvolvimento integral das crianças. Ao mesmo tempo, coloca-se em destaque a hipótese de que se a Brincadeira é entendida como um espaço de investigação e construção de conhecimentos sobre a própria criança e o mundo ao seu redor, então ela se torna sua atividade principal e não pode ser minimizada no cenário da Educação Infantil. A abordagem metodológica compreenderá a revisão de literatura especializada com o intento de ampliar e construir quadro teórico sobre a temática.

Publicado
2021-04-28
Seção
Artigos