Uma avaliação qualitativa do método de Mathew Lipman a partir da docência no Ensino Superior

Palavras-chave: Educação para o pensar. Filosofia. Interpretação.

Resumo

O objetivo desta pesquisa é observar algumas posições bibliográficas que permeiam o conhecimento acadêmico com em relação à Docência no Ensino Superior, analisando tal perspectiva a partir da proposta de Educação para o Pensar de Mathew Lipman. Justifica-se o presente estudo a partir da necessidade de se compreender a importância da filosofia como disciplina introdutória ou conteúdo transversal no ensino superior, independente da área de atuação. O problema em questão compreende as dificuldades de compreensão e interpretação que estudantes do Ensino Superior enfrentam ao ingressarem na graduação. Propõe-se como hipótese considerar a Educação para o Pensar como uma solução para os ingressantes desenvolverem seu raciocínio lógico conceitual. Adota-se por metodologia, compor um estudo exploratório de caráter bibliográfico, tanto sobre o posicionamento de Mathew Lipman, quanto sobre estudos já feitos que indicam as dificuldades dos estudantes citados e as contribuições da filosofia para tal desenvolvimento.

Biografia do Autor

Julia Gracieles de Oliveira Silva, UEG

Pós-graduanda em Gestão e docência do Ensino Superior pela UEG de Mineiros, Goiás (gracielle-e-samuel@hotmail.com).

Publicado
2020-08-28
Seção
Artigos