PERCEPÇÃO DO INDIVÍDUO SURDO FRENTE A ASSISTÊNCIA EM SAÚDE: UM ESTUDO DE CASO

Autores

  • Júlio César Coelho Nascimento
  • Leila da Costa Almeida Basílio
  • Ícaro Castro Santos
  • Douglas Santos Oliveira Universidade Federal de Goiás
  • Alyne Oliveira da Costa
  • Cleyde Ferreira Barreto Valotto

Palavras-chave:

Libras; Comunicação; Surdez; Assistência em Saúde

Resumo

A comunicação é essencial entre o profissional de saúde e o paciente. De forma inadequada pode levar à diagnósticos errados. Quando se trata de paciente surdo observa-se que a comunicação é falha e consequentemente a assistência não acontece de forma igualitária. O objetivo deste estudo foi analisar a percepção dos indivíduos surdos frente a assistência em saúde prestada pelo Sistema Único de Saúde (SUS). Materiais e Métodos: Trata-se de um estudo descritivo-exploratório, transversal com os recursos da abordagem quantitativo-qualitativa. Resultados e discussão: Participaram deste estudo 18 indivíduos surdos usuário da Língua Brasileira de Sinais. a maioria dos entrevistados foram do gênero feminino com idade média entre 25 e 42 anos, sendo 14 (77,7%) solteiros e 4 (22,3%) casados. Quando questionados sobre a quantidade de vezes que busca assistência em Saúde, 10 (55,4%) participantes da pesquisa afirmaram ir até 3 vezes ao ano no médico, 1 (5,5%), relatou 6 vezes, 3 (33,3%) 2 vezes e 4 dos entrevistados não se lembra da quantidade de vezes que buscou assistência médica. Durante o encontro com o profissional de saúde, 4 (22,3%) dos entrevistados afirmaram ser bem assistidos, 4 (22,3%) relataram que nem sempre recebe uma assistência de qualidade e 10 (55,4%) declararam não ser bem assistidos pelos profissionais de saúde. Conclusão: Após análise dos dados identificou-se que a principal dificuldade apontada pelos surdos foi a deficiência na comunicação. Portanto, conclui-se que é necessário que os profissionais de saúde aprendam a Libras, na troca de informações com o Surdo. Só assim a assistência prestada será sobretudo mais humana.

Biografia do Autor

  • Júlio César Coelho Nascimento
    Enfermeiro, graduado pela Faculdade Alfredo Nasser – UNIFAN. Aparecida de Goiânia –GO, Brasil. Pós-graduando em Oncologia Clínica- Centro de Especialização em Enfermagem e Nutrição, CEEN/Pontifícia Universidade Católica de Goiás-PUC – GO, Goiânia - GO, Brasil
  • Leila da Costa Almeida Basílio

    Acadêmica de Enfermagem, Faculdade Padrão.

  • Ícaro Castro Santos

    Administrador Especialista, professor do curso de Administração e Gestor da Faculdade Noroeste.

  • Douglas Santos Oliveira, Universidade Federal de Goiás

    Acadêmico do curso de Letras: Tradução e Interpretação em Libras-Português, Universidade Federal de Goiás.

Downloads

Publicado

2019-05-31

Edição

Seção

Artigo Original

Como Citar

PERCEPÇÃO DO INDIVÍDUO SURDO FRENTE A ASSISTÊNCIA EM SAÚDE: UM ESTUDO DE CASO. (2019). Movimenta (ISSN 1984-4298), 12(3), 292-299. //www.revista.ueg.br/index.php/movimenta/article/view/8521

Artigos Semelhantes

1-10 de 378

Você também pode iniciar uma pesquisa avançada por similaridade para este artigo.