CICATRIZAÇÃO DE FERIDAS CRÔNICAS APÓS TRATAMENTO TÓPICO COM FATOR DE CRESCIMENTO EPIDÉRMICO ASSOCIADO AO LASER DE BAIXA INTENSIDADE

  • Bianca Zezi Sanches UNILAGO
  • Nadia Antonia Aparecida Poletti Faculdade de Medicina de São José do Rio Preto
  • Ellen Carolina Guioti Faculdade de Medicina de São José do Rio Preto
Palavras-chave: 1. Cicatrização de Feridas; 2. Feridas Crônicas; 3. Tratamento; 4. Fator de Crescimento; 5. Laser de Baixa Intensidade.

Resumo

Introdução: As feridas crônicas são aquelas que não conseguem avançar no processo de reparação, consideradas um problema de saúde, que interfere na qualidade de vida, aumento do absenteísmo e grande impacto econômico no sistema de saúde como o aumento dos custos com o tratamento para as instituições e para as famílias. Objetivos: Identificar se o uso tópico de Fator de Crescimento associado à terapia complementar com Laser de Baixa Intensidade proporcionará diminuição no tempo de cicatrização de feridas crônicas. Método: A coleta de dados foi realizada no Ambulatório de Cuidado com Feridas do Hospital de Base, no qual 20 participantes receberam a aplicação tópica em gel do Fator de Crescimento Epidérmico e do Laser de Baixa Intensidade três vezes por semana durante 21 dias. Resultados: No que se refere às condições iniciais das feridas, os pacientes deste estudo tinham feridas traumáticas (38,5%), seguida de feridas cirúrgicas (30,8%) e úlcera venosa (15,4%). No início da coleta dos dados, a média do comprimento e da largura das feridas era entre 3,1 cm2 e 4,0 cm2, com 21 dias, mediam entre 2,1 cm2 e 3,0 cm2 (P < 0,05). No que se refere á quantidade do exsudato e tipo de tecido não houve diferença estatisticamente significante. Conclusão: É possível concluir que houve melhora no processo de cicatrização das feridas tratadas, demonstrando que o uso das técnicas acelerou a proliferação tecidual que repercute positivamente na evolução das características das feridas.

 

Palavras-chave: 1. Cicatrização de Feridas; 2. Feridas Crônicas; 3. Tratamento; 4. Fator de Crescimento; 5. Laser de Baixa Intensidade.

Publicado
2021-09-16
Como Citar
Sanches, B., Poletti, N. A., & Guioti, E. C. (2021). CICATRIZAÇÃO DE FERIDAS CRÔNICAS APÓS TRATAMENTO TÓPICO COM FATOR DE CRESCIMENTO EPIDÉRMICO ASSOCIADO AO LASER DE BAIXA INTENSIDADE. Movimenta (ISSN 1984-4298), 14(2), 240-253. Recuperado de https://www.revista.ueg.br/index.php/movimenta/article/view/11254
Seção
Artigo Original