ASPECTOS FUNCIONAIS E FATORES RELACIONADOS EM IDOSOS INSTITUCIONALIZADOS COM DEMÊNCIA MODERADA A AVANÇADA

Aspectos funcionais em idosos institucionalizados

  • Thais Delamuta Ayres da Costa UFSCar
  • Daniela Lemes Ferreira UFMS
  • Aline Yumi Higuti UFMS
  • Tamires Ferri Izzo UFMS
  • Lucas Magalhães Corrêa UFMS
  • Juliana Hotta Ansai UFSCar
Palavras-chave: idoso, demência, Saúde do idoso institucionalizado, capacidade funcional

Resumo

Avaliar a capacidade funcional e seus fatores relacionados no idoso institucionalizado com demência pode direcionar estratégias terapêuticas para minimizar perdas funcionais e na qualidade de vida. O objetivo deste estudo foi verificar a relação dos fatores clínicos, sociodemográficos, comportamentais e cognitivos com a capacidade funcional de idosos institucionalizados com demência moderada a avançada. O presente estudo foi realizado com 29 idosos classificados com demência nas fases moderada a severa em duas Instituições de Longa Permanência. A coleta de dados contou com a obtenção de informações clínicas e sociodemográficas (idade, sexo, estado civil, nível de escolaridade, medicamentos, morbidades, tipo de demência e histórico de quedas no último ano). Para a capacidade funcional, utilizou-se o Índice de Barthel e a Escala de Performance Paliativa. Para fatores comportamentais, utilizou-se o Inventário Neuropsiquiátrico. A avaliação cognitiva contou com a aplicação do Mini Exame do Estado Mental, do Mini Exame do Estado Mental grave e teste de Fluência Verbal. A amostra apresentou considerável déficit a capacidade funcional. Houve uma relação significativa entre o Índice de Barthel com as variáveis medicamentos (R2=0,199), teste de Fluência Verbal (R2=0,312), Mini Exame do Estado Mental (R2=0,267) e Mini Exame do Estado Mental Grave (R2=0,242). Para a Escala de Performance Paliativa, não houve relação significativa com nenhuma variável analisada. Como conclusão, os fatores cognitivos demonstraram maior relação com a capacidade funcional do que os fatores clínicos, sociodemográficos e comportamentais em idosos institucionalizados com demência moderada a avançada. A associação destes fatores pode ser útil na melhor predição da capacidade funcional desta população.

Publicado
2020-12-14
Como Citar
Costa, T., Ferreira, D., Higuti, A., Izzo, T., Corrêa, L., & Ansai, J. (2020). ASPECTOS FUNCIONAIS E FATORES RELACIONADOS EM IDOSOS INSTITUCIONALIZADOS COM DEMÊNCIA MODERADA A AVANÇADA. Movimenta (ISSN 1984-4298), 13(3), 400-409. Recuperado de https://www.revista.ueg.br/index.php/movimenta/article/view/10903
Seção
Artigo Original