ESTUDOS SOBRE A RECUPERAÇÃO DE PATOLOGIAS EM PAVIMENTOS RÍGIDOS

  • VICTOR BRAGA RODRIGUES Engenheiro Civil pela Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG)
  • JISELA APARECIDA SANTANNA GRECO Doutora e Docente pela Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG)

Resumo

Resumo: Os pavimentos rígidos são tradicionalmente pouco usados no Brasil. Portanto, pouco se sabe sobre a sua forma correta de execução, o que causa diversas patologias quando se executa essa estrutura. Essas patologias impactam no cronograma da obra, no custo da obra e na futura segurança e conforto dos usuários. O trabalho visa apresentar um estudo sobre os procedimentos para a recuperação desses pavimentos, em caso de patologias. O estudo de caso apresentado mostrou que a forma correta de se realizar a concretagem é de montante para jusante. Foram também observadas falhas relacionadas à execução de juntas. As falhas foram relacionadas ao tempo incorreto de corte das juntas e à falta de indicação do alinhamento correto das juntas pela equipe de topografia. Patologias relacionadas a fatores climáticos também foram observadas, relativas à perda de água nas primeiras idades do concreto, em dias muito quentes. Ficou evidenciada dessa forma a importância de se realizar um projeto executivo bem detalhado e uma execução criteriosa, seguindo à risca as normas executivas, a fim de que o pavimento de concreto cumpra a vida útil para a qual foi projetado.

Palavras-chave: Pavimentos rígidos. Pavimentação. Patologias. Recuperação.

Publicado
2020-07-23
Seção
Artigos