Dinâmica da paisagem e relações com o uso do solo e fragmentação da cobertura vegetal no município de Flores de Goiás (GO) entre 1985 e 2017

  • Higor Gonçalves Belém Mascarenhas Universidade Federal de Goiás (UFG)
  • Karla Maria Silva de Faria Universidade Federal de Goiás (UFG)

Resumo

A intensificação do processo de ocupação do Cerrado tem se desdobrado em diversos impactos, a exemplo da fragmentação de suas paisagens, responsável por comprometer a disponibilidade e qualidade de seus recursos naturais. Este processo foi especialmente impulsionado pela implementação de políticas públicas, que ampliaram, sobremaneira, as atividades agropecuárias, notadamente a partir da década de 1970. Em contexto recente, o processo de conversão de uso do solo mostra-se presente em Flores de Goiás, município que entre 1990 e 2010, apresentou intensa dinâmica de avanço de áreas agrícolas dentre os municípios que compõem a microrregião do Vão do Paranã. Neste sentido, objetiva-se analisar a evolução do uso e cobertura do solo e suas relações com as mudanças da paisagem, destacando o processo de fragmentação de sua cobertura vegetal. Para tanto, realizou-se mapeamentos em sucessão histórica, apoiados em imagens dos satélites LANDSAT TM5 e OLI8 dos anos de 1985, 1995, 2005 e 2017, avaliadas no ENVI e ARCGIS. Índices descritores da paisagem foram adotados como suporte à avaliação da fragmentação da cobertura vegetal, operacionalizados no FRAGSTATS. Os resultados revelam que a paisagem do município, mesmo com o aumento das atividades agropecuárias, ainda apresenta predomino de vegetação remanescente, sobretudo de formações Savânicas, mas que, em contrapartida, há alto índice de fragmentação da vegetação, diante do crescente número de fragmentos, redução do total de áreas centrais e aumento da distância média entre os fragmentos.

Biografia do Autor

Higor Gonçalves Belém Mascarenhas, Universidade Federal de Goiás (UFG)

Graduado em Geografia (Bacharelado) pela Universidade Federal de Goiás. 

Karla Maria Silva de Faria, Universidade Federal de Goiás (UFG)
Possui graduação em Geografia pela Universidade Federal de Goiás (2003), Mestrado em Geografia pela Universidade Federal de Goiás (2006) e Doutorado em Geografia pela Universidade Federal de Goiás (2011). Tem experiência na área de Geografia, com ênfase em Geoecologia, Planejamento Ambiental, Geoprocessamento, atuando principalmente nos seguintes temas: análise da paisagem, impactos ambientais, uso e ocupação da terra, modelagens geoambientais e análises geoecológicas. Vinculada ao Programa de Pós Graduação em Ciências Ambientais (CIAMB) e ao Programa de Pós Graduação em Geografia (PPGEO), ambos da UFG.
Publicado
2019-01-01
Como Citar
Mascarenhas, H., & Faria, K. (2019). Dinâmica da paisagem e relações com o uso do solo e fragmentação da cobertura vegetal no município de Flores de Goiás (GO) entre 1985 e 2017. Élisée - Revista De Geografia Da UEG, 7(02), 115-135. Recuperado de https://www.revista.ueg.br/index.php/elisee/article/view/7757
Seção
Artigos