Estudo sobre a percepção ambiental dos moradores dos loteamentos Nova Ituiutaba I e III no município de Ituiutaba, Minas Gerais

Study on the environmental perception of residents of Nova Ituiutaba I and III allotments in the municipality of Ituiutaba, Minas Gerais

  • Silvanio Cássio Silva Universidade Federal de Uberlândia
  • Rafael Martins Mendes Universidade Federal de Uberlândia
  • Jonathan Fernando Costa Alves Universidade Federal de Uberlândia
Palavras-chave: Percepção Ambiental. Loteamento. Moradia Popular. Ituiutaba/MG.

Resumo

A percepção ambiental pode ser entendida como a tomada de consciência do ser humano, de modo que, ao observar o ambiente em que está inserido, aprende a protegê-lo e a cuidá-lo da melhor forma possível. Isso se torna um dos principais desafios para os gestores públicos, cujo enfrentamento impõe a necessidade do desenvolvimento de programas de habitação popular que considerem em seu arcabouço, além das moradias, a criação e a manutenção de ambientes saudáveis. Nesse contexto, o presente estudo propõe identificar a percepção ambiental dos moradores dos loteamentos Nova Ituiutaba I e III, na cidade de Ituiutaba, Minas Gerais, Brasil. Para tanto, foi elaborada uma revisão bibliográfica sobre a temática, além de aplicação de questionários semiestruturados para os moradores dos lugares investigados. As análises dos dados apontaram que Nova Ituiutaba I e III estão localizados em uma área periférica e descontínua do município composta, em grande medida, por mulheres e pessoas com idade maior do que 36 anos. No que tange à percepção ambiental, praticamente o dobro dos moradores não se sentem satisfeitos com a nova moradia; no entanto, se consideram felizes, já que morar em uma nova residência é fruto da realização do sonho da casa própria, além da tranquilidade do local e do convívio com a vizinhança.

Abstract: The environmental perception can be understood as the awareness of human being, so that, when observing the environment in which he/she is inserted, he/she learns to protect and care for it in the best possible way. This becomes one of the main challenges for public managers, whose confrontation imposes the need to develop popular housing programs that consider in their framework, in addition to residences, the creation and maintenance of healthy environments. In this context, the present study intends to identify the environmental perception of the residents of Nova Ituiutaba I and III allotments, in the city of Ituiutaba, Minas Gerais, Brazil. For this purpose, a bibliographic review on the subject was elaborated, in addition to the application of semi-structured questionnaires for the residents of the investigated places. Data analysis showed that the Nova Ituiutaba I and III are located in a peripheral and discontinuous area of ​​the municipality largely composed of women and people over 36 years old. With regard to environmental perception, almost twice as many residents are not satisfied with the new habitation; however, they consider themselves happy, since living in a new residence symbolizes the dream of becoming proprietors of their own homes, in addition to the tranquility of the place and conviviality with the neighborhood. Keywords: Environmental Perception; Allotment; Popular Housing; Ituiutaba/MG. 

Estudio de percepción ambiental de los vecinos del fraccionamiento Nova Ituiutaba I y III del municipio de Ituiutaba, Minas Gerais

 Resumen: La percepción medioambiental pued ser entendida como la toma de consciencia del ser humano, de manera que, al percebir el ambiente em que está inserto, aprende a protegerlo y cuidarlo mejor posible. Esto se convierte en uno de los principales desafíos para los gestores públicos, cuyo enfrentamiento, impone la necesidad del desarrollo de programas de vivienda popular que consideren en su marco, además de las viviendas, la creación y mantenimiento de ambientes saludables. En este contexto, este estudio tiene como propuesta identificar la percepción ambiental de los residentes de la parcela Nova Ituiutaba I y III, en la ciudad de Ituiutaba-MG. Para ello, se elaboró una revisión bibliográfica sobre la temática, además de aplicación de cuestionarios semiestructurados para los/as residentes/as de los barrios investigados. Los análisis de los datos señalaron que los barrios Nova Ituiutaba I y III se encuentran en una zona periférica y discontinua del municipio; compuesto por mayoría poblacional con edad superior a 36 años y de mujeres. En cuanto a la percepción ambiental casi el doble de los/las residentes/as de los nuevos barrios no se sienten satisfechos/as con la nueva vivienda; sin embargo, se consideran felices ya que vivir en esta nueva residencia es fruto de la realización del sueño de la casa propia, Además de la tranquilidad del lugar y la convivencia con el vecindario. 

Palabras clave: Percepción Medioambiental; Asignación; Vivienda Popular; Ituiutaba/MG

 

Biografia do Autor

Silvanio Cássio Silva, Universidade Federal de Uberlândia

Licenciado, bacharel e mestre em geografia pela Universidade Federal de Uberlândia.

Rafael Martins Mendes, Universidade Federal de Uberlândia

Licenciado e mestre em Química e doutorando em Educação pela pela Universidade Federal de Uberlândia.

Jonathan Fernando Costa Alves, Universidade Federal de Uberlândia

Graduado e mestrando em Geografia pela Universidade Federal de Uberlândia.

Referências

BERGMANN, M. Análise da percepção ambiental da população ribeirinha do Rio Santo Cristo e de estudantes e professores de duas escolas públicas, município de Giruá, RS. 2007. 103 p. Dissertação (Mestrado em Ecologia) – Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Porto Alegre, 2007.

CADERNOS GEOGRÁFICOS. Notas sobre a epistemologia da Geografia. Florianópolis: Imprensa Universitária, 1999.

CARLOS, A. F. A. O lugar no/do mundo. São Paulo: Hucitec, 1996.

FAGGIONATO, S. Percepção Ambiental. Materiais e Textos. n. 4, 2005. Disponível em: . Acesso em: 04 jan. de 2019.

FERREIRA, C. E. C; CASTIÑEIRAS, L.L. Transição demográfica e demanda por moradias:
projeção de domicílios do estado de São Paulo até 2050. SP Demográfico, São Paulo, v. 18, n. 1, jan. 2018.

FERNANDES, R. S.; SOUZA, V. J.; PELISSARI, V. B.; FERNANDES, S. T. Uso da
percepção ambiental como instrumento de gestão em aplicações ligadas às áreas educacional, social e ambiental. In: ENCONTRO DA ANPPAS, 2., 2004, Campinas. Anais [...]. Campinas: ANPPAS, 2004. Disponível em: . Acesso em: 05 jan. de 2019.

GROULX, L. Contribuição da pesquisa qualitativa à pesquisa social. In: POUPART, J. et
al. A pesquisa qualitativa: enfoques epistemológicos e metodológicos. Petrópolis: Vozes, 2008.

GUIMARAES, S. T. de L. Percepção, interpretação e educação ambiental: um olhar geográfico. Território & Cidadania, São Paulo, v. 3, n. 1, 2003.

MALHOTRA, N. Pesquisa de marketing: uma orientação aplicada. 4. ed. Porto Alegre, Bookman, 2012.

MARCONI, M. de A.; LAKATOS, E. M. Fundamentos de Metodologia Científica. São Paulo: Atlas, 2003.

MARQUES, B. Programa Minha Casa Minha Vida: o que se tem produzido a respeito? CSOnline – Revista Eletrônica de Ciências Sociais, n. 26, p. 150-161. 2018.

ROCHA, S. A. Geografia humanista: história, conceitos e o uso da paisagem percebida como perspectiva de estudo. RA´E GA, Curitiba, n. 13, p. 19-27, jan. 2007.

SAFFIOTI, H. Gênero, patriarcado e violência. São Paulo: Perseu Abramo, 2011.

______, H. O poder do macho. São Paulo: Moderna, 1987.

SCOTT, J. Gênero: uma categoria útil de análise histórica. Educação e realidade, v. 16, n. 2, p. 71-99, 1990.

TUAN, Yi Fu. Space and place: humanistic perspective. In: GALE, S. OLSSON, G. (org.). Philosophy in Geography. Dordrecht: Reidel, 1979, p. 387-427. (Publicado originalmente em: Progress in Geography, n. 6, p. 211-252, 1974).

______, Yi Fu. Espaço e lugar: a perspectiva da experiência. São Paulo: Difel, 1983.

______, Yi Fu. Geografia Humanística. In: CHRISTOFOLETTI, A. (org.). Perspectivas da Geografia. São Paulo: Difel, p. 143-164, 1982.

______, Yi Fu. Topofilia: um estudo da percepção, atitudes e valores do meio ambiente. São Paulo: Difel, 1980.
Publicado
2021-10-21
Como Citar
Silva, S., Mendes, R., & Alves, J. (2021). Estudo sobre a percepção ambiental dos moradores dos loteamentos Nova Ituiutaba I e III no município de Ituiutaba, Minas Gerais. Élisée - Revista De Geografia Da UEG, 10(2), e102215. Recuperado de https://www.revista.ueg.br/index.php/elisee/article/view/11767
Seção
Artigos