A cidade contemporânea e os espaços públicos: breves considerações sobre a cidade de Janaúba, Minas Gerais, Brasil

The contemporary city and public spaces: brief considerations about the city of Janaúba, Minas Gerais, Brazil

  • Ramony Batista PUC - Minas Gerais
  • Carlos Alexandre de Bortolo Universidade Estadual de Montes Claros - UNIMONTES - MG
  • Brenda Soares Ribeiro
Palavras-chave: Cidade. Espaços públicos. Urbano. Janaúba.

Resumo

As cidades não são formações espaciais recentes, mas é no capitalismo e com as transformações por ele provocadas que elas tornam-se um fenômeno mundial. Entende-se que os espaços urbanos são construídos coletivamente e apresentam em suas formas e conteúdos as caraterísticas da sociedade que o constrói. Deste modo, as cidades contemporâneas expõem a mesma complexidade, diversidade e pluralidade da sociedade atual, mas também suas desigualdades e contradições. Os espaços públicos urbanos não se restringem a dualidade pública X privado, mas são espaços para o encontro, diálogo e cidadania; não excluindo a diversidade, mas provocando a convivência de diferentes aliados. Salienta-se que estes espaços são também apropriados de modo diferenciados pelos citadinos e demais agentes urbanos, como o mercado imobiliário. Diante desse cenário, este trabalho buscou compreender a dinâmica urbana contemporânea e os espaços públicos urbanos a partir do contexto de cidade de Janaúba (MG). Para tal compreensão adotou-se como metodologia a revisão bibliográfica acerca da temática em tela, coletas de dados para a caracterização da área de estudo e posteriormente foram realizadas visitas aos espaços públicos para observação e registro iconográfico. Assim, é relevante compreendermos as apropriações e suas variadas funções que os espaços públicos, sua acessibilidade, manutenção, seus usos públicos ou com fins privados por determinados agentes produtores exercem nesta cidade e a produção urbana da mesma, como o poder público local planeja, executa e organiza a produção de todos estes espaços públicos.

The contemporary city and public spaces: brief considerations about the city of Janaúba, Minas Gerais, Brazil

 

Abstract: Cities are not recent spatial formations, but it is in capitalism and with the transformations caused by it that they become a worldwide phenomenon. It is understood that urban spaces are built collectively and present in their forms and contents the characteristics of the society that constructs it. In this way, contemporary cities expose the same complexity, diversity and plurality as today's society, but also their inequalities and contradictions. Urban public spaces are not restricted to public versus private duality, but are spaces for encounter, dialogue and citizenship; not excluding diversity, but provoking the coexistence of different allies. It should be noted that these spaces are also appropriated in a different way by city dwellers and other urban agents, such as the real estate market. Given this scenario, this work sought to understand contemporary urban dynamics and urban public spaces from the context of the city of Janaúba (MG). For this understanding, the bibliographic review about the theme in question was adopted as methodology, data collection for the characterization of the study area and later visits were made to public spaces for observation and iconographic record. Thus, it is relevant to understand the appropriations and their varied functions that public spaces, their accessibility, maintenance, their public or private uses by certain producing agents in this city and its urban production, as the local government plans, executes and organizes the production of all these public spaces.

 

Keywords: City. Public spaces. Urban. Janaúba.

 

 

La ciudad contemporánea y los espacios públicos: breves consideraciones sobre la ciudad de Janaúba, Minas Gerais, Brasil

 

Resumen: Las ciudades no son formaciones espaciales recientes, pero es en el capitalismo y con las transformaciones que provoca que se conviertan en un fenómeno mundial. Se entiende que los espacios urbanos se construyen colectivamente y presentan en sus formas y contenidos las características de la sociedad que lo construye. De esta forma, las ciudades contemporáneas exponen la misma complejidad, diversidad y pluralidad que la sociedad actual, pero también sus desigualdades y contradicciones. Los espacios públicos urbanos no se limitan a la dualidad público versus privado, sino que son espacios de encuentro, diálogo y ciudadanía; no excluyendo la diversidad, sino provocando la convivencia de diferentes aliados. Cabe señalar que estos espacios también son apropiados de manera diferente por los habitantes de las ciudades y otros agentes urbanos, como el mercado inmobiliario. Ante este escenario, este trabajo buscó comprender la dinámica urbana contemporánea y los espacios públicos urbanos desde el contexto de la ciudad de Janaúba (MG). Para este entendimiento, se adoptó como metodología la revisión bibliográfica sobre el tema en cuestión, se realizó la recolección de datos para la caracterización del área de estudio y posteriormente se realizaron visitas a espacios públicos para la observación y registro iconográfico. Así, es relevante comprender las apropiaciones y sus variadas funciones que los espacios públicos, su accesibilidad, mantenimiento, sus usos públicos o privados por determinados agentes productores en esta ciudad y su producción urbana, como el gobierno local planifica, ejecuta y organiza la producción. de todos estos espacios públicos.

Palabras clave: Ciudad. Espacios públicos. Urbano. Janaúba.

Biografia do Autor

Ramony Batista, PUC - Minas Gerais

Licenciada e Mestre em Geografia pela Universidade Estadual de Montes Claros – UNIMONTES e Doutoranda pela PUC-MINAS – BH.  

Carlos Alexandre de Bortolo, Universidade Estadual de Montes Claros - UNIMONTES - MG

Pró-reitor de Pós-graduação da Universidade Estadual de Montes Claros – UNIMONTES – MG. Professor do Departamento de Geociências e do Programa de Pós-graduação Mestrado em Geografia da Unimontes.

Referências

ALVAREZ, I. P. A Produção e Reprodução da Cidade como negócio e Segregação. In CARLOS, A. F. A; VOLOCHKO, D; ALVAREZ, I. P. (org.). A Cidade como Negócio. Contexto, São Paulo; 2018. pp. 65 -80
Atlas de Desenvolvimento Humano, 2019.
BATISTA, R, P; BORTOLO, C. A. A Dinâmica dos Espaços Públicos em Cidades Norte Mineiras. In XIII Encontro Nacional da Associação Nacional de Pós-Graduação e Pesquisa em Geografia. Anais do XIII Encontro Nacional da Associação Nacional de Pós-Graduação e Pesquisa em Geografia, São Paulo, 201. (s/p)
BORTOLO, C.A de; BATISTA, R.P; RIBEIRO, B.S. Espaços públicos e paisagem urbana: breves apontamentos sobre uso e apropriações das praças. Universidade Estadual de Montes Claros - UNIMONTES, Montes Claros, 2018.
BORTOLO, C. A. de. A Dinâmica dos Espaços Públicos de Lazer em Cidades da Aglomeração Urbana de Londrina – PR. Tese de Doutorado em Geografia. Pós-Graduação em Geografia, Universidade Estadual de Maringá. 2015.
CALDEIRA, J. M. A Praça Brasileira – trajetória de um espaço urbano: origem e modernidade. Tese de doutorado em História. Instituto de Filosofia e Ciências Humanas/ Universidade Estadual de Campina. Campinas, 2007
CARLOS, A. F. A. O Espaço Urbano: novos escritos sobre a cidade. FFLCH, São Paulo, 2007.
_______________. O poder do corpo no espaço público: o urbano como privação e o direito à cidade. GEOUSP – Espaço e Tempo São Paulo v. 18 n. 2 p. 472-486, 2014.
CASTRO, I. E. de; GOMES. P. C. da C; CORRÊA, R. L. Olhares Geográficos: modos de ver e viver o espaço. In CASTRO, I. E. de; GOMES. P. C. da C; CORRÊA, R. L (org.). Olhares Geográficos: modos de ver e viver o espaço. 2ªed. Bertrand Brasil, Rio de Janeiro, 2016. pp 07-18
CODEVASF, Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e Parnaíba, 2018.
GOME, P. C da C. Espaços Públicos: um modo de ser do espaço, um modo de ser no espaço. In CASTRO, I. E de; GOMES, P. C. da C; CORRÊA, R. L (org.). Olhares Geográficos: modos de ver e viver o espaço. 2ªed. Bertrand Brasil, Rio de Janeiro, 2016. pp 19-42
IBGE, Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística, 2018.
PEREIRA, A. M. A urbanização no sertão norte - mineiro: Algumas Reflexões. IN PEREIRA, A. M e ALMEIDA, M. I.S de (org.). Leituras Geográficas sobre o Norte de Minas Gerais. Montes Claros: Unimontes, 2004. P. 130.
PÉREZ, E. H. Percepción del espacio público. Revista Bitacora, urbano/territorial. Nº8, 2004. pp 27-31.
PMJ, Prefeitura Municipal de Janaúba, 2018.
SERPA, A. Espaço público e acessibilidade: notas para uma abordagem geográfica. Revista GEOUSP – Espaço e tempo. nº 15. São Paulo, 2004. pp 21-37
SOBARZO, O. A. Os Espaços da Sociabilidade Segmentada: a produção do espaço público em Presidente Prudente. Tese de doutorado em Geografia. Universidade Estadual Paulista/ Faculdade de Ciências e Tecnologia. Presidente Prudente (SP): 2005.
SPOSITO, M. E. B. A produção do Espaço Urbano: escalas, diferenças e desigualdades socioespaciais. In CARLOS, A. F. A; SOUZA, M. L. de; SPOSITO, M. E. B (org.) A produção do Espaço Urbano: agentes e processos, escalas e desafios. 5ºed. Contexto, São Paulo, 2017. pp 123 – 147.
__________________. Capitalismo e Urbanização. Contexto, São Paulo, 1997.
Publicado
2021-05-04
Como Citar
Batista, R., Bortolo, C., & Ribeiro, B. (2021). A cidade contemporânea e os espaços públicos: breves considerações sobre a cidade de Janaúba, Minas Gerais, Brasil. Élisée - Revista De Geografia Da UEG, 10(1), e101217. Recuperado de https://www.revista.ueg.br/index.php/elisee/article/view/10413
Seção
Artigos