A CONSTRUÇÃO SEMIÓTICA NAS PERSONAGENS DE MIGUEL JORGE

  • Custódia Annunziata Spencieri de Oliveira PUC Goiás
  • Allaidy da Silva Barbosa Gonçalves Faculdade Aphonsiano

Resumo

A natureza dos signos estimula a ação do pensamento humano, que aciona o processo de semiose. Isso ocorre de forma natural no homem e de forma construída em textos previamente pensados com o intuito de acelerar esse processo, como nos textos estéticos. Essa ação de significar transmite-se não apenas pelo signo linguístico, mas também pela estrutura do texto como um todo. O objetivo deste artigo é demonstrar como a categoria narrativa da personagem torna-se signo de alto poder semiótico, pela engenhosa produção de Miguel Jorge, mormente em contos do livro a Fuga da Personagem.

Biografia do Autor

Allaidy da Silva Barbosa Gonçalves, Faculdade Aphonsiano

Possui graduação em Letras Português pela Pontifícia Universidade Católica de Goiás (2007). Possui pós-graduação em Docência Universitária pela Universidade Estadual de Goiás (2010). Mestra em Letras- Literatura E Crítica Literária pela Pontifícia Universidade Católica de Goiás (2020). Leciona literatura, gramática e redação no Colégio e Faculdade Aphonsiano e na Faculdade União de Goyazes, leciona ciências Humanas e Sociais. Já publicou contos pela PUC Goiás.

Publicado
2021-02-05