FACTICIDADE ONTO-ONTOLÓGICA E ARTE LITERÁRIA:

estares do ser pela linguagem e a palavra

  • Gilvan Charles Cerqueira de Araújo SEEDF

Resumo

Pensar a facticidade como ponte onto-ontológica é uma das mais proeminentes perscrutações da ontologia fenomenológica. No (des)encontro do ente com seu ser conseguimos apreender os sentidos dos múltiplos estares possíveis do devir, e é nessa intersecção onto-ontológica que a arte literária manifesta-se como um dos mais profícuos meios de emanação do ser dos entes. A poesia, prosa e a linguagem como arte permite-nos o exercício de expressão do ser pela sua casa, que é a palavra, e este dizer o ser ocorre no encontro da linguagem poética e prosaica com o mundano, a facticidade (in)finita que nos define e relaciona no si consigo, com os outros e o mundo. O objetivo do presente trabalho é apresentar algumas das vias de expressão da arte literária como ponte onto-ontológica pela facticidade e, ao mesmo tempo, contribuir com a sedimentação interdisciplinar e dialógica entre diferentes campos do saber que confluem na emanar do ser dos entes pela literatura.

Publicado
2021-12-21
Seção
Tema livre