INSERÇÃO DAS TECNOLOGIAS NO ENSINO FUNDAMENTAL EM TEMPOS DE PANDEMIA

  • Cláudio Tavares PINHEIRO Universidade Estadual de Goiás
  • Kelgia Betânia Silveira da ROCHA Secretaria de Municipal de Educação de Guaraíta Goiás

Resumo

Este artigo tem por objetivo analisar a percepção da postura de alguns docentes do ensino fundamental da rede municipal de ensino da cidade de Itapuranga-GO, que se viram forçados a fazer uso das tecnologias de informação e comunicação em decorrência da pandemia. A investigação segue o paradigma qualitativo de pesquisa, pautado pelos pressupostos da pesquisa de revisão bibliográfica, apoiada por experiências vivenciadas, enquanto docentes, há mais de uma década. Os resultados mostram a importância da formação continuada, bem como apontam algumas fragilidades na graduação dos cursos de licenciatura, em específico, Pedagogia, no que se refere ao uso e familiaridade com as tecnologias em aulas não presenciais. Compreende-se que os professores, se depararam com uma nova realidade e foram submetidos a experiências inovadoras de ensinar, aprendendo e (re)produzindo videoaulas, áudios, blocos de tarefas, entre outras atividades. A partir das discussões, a saída da zona de conforto foi algo que aconteceu mediada por uma avalanche das novas demandas educacionais. E, com isso, os professores se sentiram obrigados a se reinventar, investir financeiramente, se redescobrir e se desdobrarem em relação ao tempo de dedicação no seu próprio aprendizado, bem como no processo ensino-aprendizagem dos educandos.

Biografia do Autor

Kelgia Betânia Silveira da ROCHA, Secretaria de Municipal de Educação de Guaraíta Goiás

Possui graduação em Licenciatura Plena em Geografia pela Universidade Estadual de Goiás (1999). Especialização em Administração Educacional (2001), pela Universidade Salgado de Oliveira (UNIVERSO), e Formação sócio-econômica do Brasil (2003) pela mesma Universidade. É mestre em Ciências Sociais e humanidades pelo Programa Territórios e Expressões Culturais no Cerrado - TECCER da Universidade Estadual de Goiás (UEG). É professora efetiva da Prefeitura Municipal de Guaraíta desde 2000, e exerceu o cargo de Secretária Municipal de Educação no município de Guaraíta em 2001 a 2002 e em 2009 até 2012, também foi Professora titular no curso de Geografia, História e Ciências Biológicas da Universidade Estadual de Goiás- Câmpus de Itapuranga de 2009 a 2019, em regime temporário. Tem experiência na área de Geografia Física e Humanas e Administração Educacional. Possui segunda graduação em pedagogia no ano de 2020.

Publicado
2021-12-22
Seção
Tema livre