A ARTE E A RECRIAÇÃO DA ARTE

UM ESTUDO A PARTIR DA RELAÇÃO ENTRE AUTO DA COMPADECIDA, DE ARIANO SUASSUNA E A ADAPTAÇÃO CINEMATOGRÁFICA DE GUEL ARRAES

  • Clecio Pereira Duarte Universidade Estadual de Goiás

Resumo

o presente trabalho trata-se de uma comparação das narrativas entre o texto teatral de Ariano Suassuna Auto da Compadecida e o filme do diretor Guel Arraes, O Auto da Compadecida. No ato de transpor a obra de uma linguagem artística para outra, transcria-se uma nova obra. A intertextualidade, a multimodalidade da tela do cinema, a múltipla semiose da qual a arte é agente duplo, faz da arte a geradora da arte. Verificamos as características de cada texto artístico, comparamos o plano narrativo e a tese de cada obra, apontamos as diferenças, mostrando que no ato da tradução transcria-se no texto multimodal do filme uma obra diferente com uma narrativa peculiar. Para tanto, utilizamos os estudos de Júlio Plaza sobre intersemiótica, Randal Johnson sobre transposição e narrativa, Josenia Vieira e Carminda Silvestre sobre multimodalidade, entre outros.

Publicado
2020-12-11