PAISAGEM E VIAGEM NA POÉTICA DE CECÍLIA MEIRELES

ESPAÇO, LUGAR E TOPOFILIA

  • Valéria Cristina Pereira da Silva

Resumo

O presente trabalho propõe-se identificar como o olhar da poeta Cecília Meireles aproxima-se do olhar do geógrafo, que através de uma experiência empírica possibilita diversas leituras sobre os lugares e espaços experienciados. O diálogo entre Geografia e Literatura permite-nos descortinar os horizontes para apreender os detalhes que a ciência e a arte proporcionam em seu meio, para então, compreender a experiência humana no mundo vivido. Ao percorrer o universo poético de Cecília Meireles, a fim de explorar a temática da viagem em sua poesia, compreendemos que a autora foi viajante por excelência e o seu olhar descritivointerpretativo é percebido em Doze noturnos da Holanda no uso da sinestesia, em Viagem e Vaga Música no resgate da herança histórico-imagética da viagem, em Poemas Italianos, a exuberância das cores e as figuras humanas que formam a identidade do oriente em Poemas escritos na Índia. A arte da imaginação envolta pelas sensações oníricas na crônica Escolha o Seu Sonho. Todos esses elementos compõem uma poesia em versos cintilantes que captam a essência da paisagem contemplada em suas viagens e figura permeada por sentimentos topofílicos.

Publicado
2020-06-18