A CRIAÇÃO LINGUÍSTICA PERMEANDO OS FLUXOS POÉTICOS DE GUIMARÃES ROSA EM “AVE, PALAVRA”

  • Elvira Livonete Costa PUC-GO

Resumo

Guimarães Rosa se utiliza dos neologismos como recurso inerente à linguagem para transcender a transparência e superficialidade da língua, abastecendo-se de toda significância e originalidade de uma palavra autêntica e livre da fala desgastada do cotidiano. Fundamentados teoricamente nos princípios e pressupostos da morfologia e lexicologia, lançamos um olhar acerca da última obra escrita por João Guimarães Rosa, “Ave, Palavra”, visando investigar o processo de criação lexical empreendido pelo autor, de modo a compreender a pluralidade semântica gerada em sua tessitura Os resultados obtidos revelam que a ação neológica roseana esvazia a palavra de todo o peso do mundo para preenchê-la com a essência mais pura da linguagem poética, instaurando a multiplicidade de sentidos que sua escrita alcança.

Publicado
2020-06-17