EXPLORAÇÃO DE ÁGUAS SUBTERRÂNEAS POR MEIO DE POÇOS TUBULARES NO ESTADO DE GOIÁS: RELAÇÕES DEMOGRÁFICAS, SOCIOECONÔMICAS E TENDÊNCIAS DE USO.

  • Pedro Paulino Borges Universidade Estadual de Goiás
  • Karine Borges Machado Universidade Estadual de Goiás
  • Hélida Ferreira da Cunha Universidade Estadual Goiás
  • João Carlos Nabout Universidade Estadual de Goiás
Palavras-chave: Bacia Hidrográfica, Cerrado, Recursos Naturais.

Resumo

O objetivo deste trabalho foi avaliar os principais aspectos do uso de águas subterrâneas em Goiás, através do estudo de poços tubulares. Os dados foram obtidos do Sistema de Informação de Águas Subterrâneas. Foram encontrados 2.791 poços cadastrados. Destes 654 são de uso múltiplo, 1.021 são de pessoas físicas e 947 estão equipados. Além disso, foi constatado um aumento temporal no numero de poços para o Estado de Goiás. Foram encontradas correlações positivas e significativas entre o número de habitantes, Índice de Desenvolvimento Humano Municipal (IDH-M) e o número de poços. Diante dos resultados obtidos sugere-se cautela quanto à exploração das águas subterrâneas, pois uma vez poluídas demoram muito tempo para renovar o seu reservatório que as superficiais.

Publicado
2014-09-22
Seção
Ciências Ambientais