VIABILIDADE TÉCNICA E ECONÔMICA DA PRODUÇÃO DE GOIABA (Psidium guajava) NO SUDOESTE DO SEMIÁRIDO BAIANO

  • Fátima de Souza Gomes Universidade Estadual de Montes Claros
  • Alessandro de Magalhães Arantes

Resumo

Objetivou-se analisar os custos de produção, além da rentabilidade da produção.  Realizou análises de custos desde a implantação até a estabilidade de produção da cultura em horizonte de 10 anos. Os indicadores utilizados para a análise de viabilidade técnico-econômica foram: valor presente líquido (VPL), relação benefício custo (RB/C), taxa interna de retorno (TIR) e payback, margem de segurança (MS), ponto de nivelamento (PN), receita bruta e receita líquida. De acordo com o fluxo de caixa o VPL resultou em R$ 188.423,28/ha; a RB/C de 7; a TIR correspondente a 102%; payback de 1,6 anos de retorno; margem de segurança de -0,9 %; ponto de nivelamento respectivo de 2.514,83 kg/ha; receita bruta no valor de R$ 40.000,00/ha e a receita líquida resultante de R$ 34.970,35/ha. O cultivo da goiabeira se mostrou viável com horizonte de planejamento de 10 anos, apresentando valores de VPL, TIR, MS, relação B/C e PN favoráveis ao produtor. Tal viabilidade é provada no segundo ano de produção, quando o fluxo de caixa apresenta saldo positivo. É importante salientar que, o projeto pode apresentar diferenças significativas, dependendo da região, tipos de mudas, custos de comercialização, que fazem com que os resultados sejam diferentes dos apresentas nesta pesquisa.

Publicado
2022-03-25