REALIDADE VIRTUAL NO TRATAMENTO DE PACIENTES QUEIMADOS: UMA REVISÃO NARRATIVA

Resumo

Introdução: A queimadura é uma lesão tecidual grave, podendo ser causada por diversos agentes, sendo classificada em níveis de gravidade. A realidade virtual vem sendo utilizada como um recurso na reabilitação de pacientes queimados em todas idades e graus de lesão tecidual. Objetivo: Descrever como a realidade virtual pode ser benéfica no tratamento fisioterapêutico dos pacientes queimados. Metodologia: Revisão da narrativa da literatura realizada através da pesquisa nas bases de dados Scielo, Pubmed, Pedro, Bireme. Foram encontrados 1427 artigos e após o processo de seleção e leitura, foram incluídas 10 publicações. Resultados: Foi observado que os resultados do tratamento de pacientes queimados com a utilização do vídeo game oi positivo, sendo utilizado diversos jogos com diferentes objetivos, apresentando metodologias diferentes, onde destes cinco autores apresentaram resultados positivos, dois não encontraram diferenças significativas e os outros não apresentaram seus resultados de forma clara. Considerações finais: A utilização dos vídeo games no tratamento dos pacientes queimados, parece ser um recurso interessante, que minimiza as sequelas causadas pela cicatrização, melhorando a amplitude de movimento, reduzindo fibrose e facilitando a adesão ao tratamento por se dinâmico e divertido. É necessário que haja uma padronização na utilização do recurso, para que este possa ser replicado com maiores e melhores resultados.

Biografia do Autor

Nathália Lúcia Mota Pedreira, Instituto de Ciências da Saúde da Universidade Federal da Bahia
Bacharel em Fisioterapia
Gabriela Botelho Martins, Instituto de Ciências da Saúde da Universidade Federal da Bahia
Departamento de Fisioterapia
Publicado
2019-03-04
Seção
Artigo de Revisão