DOS DESENVOLVIMENTOS À PRÁXIS TERRITORIAL DE LIBERTAÇÃO COMO OBJETO DE ESTUDOS DA GEOGRAFIA

  • Marcos Aurélio Saquet Universidade Estadual do Oeste do Paraná

Resumo

A problemática do desenvolvimento tem sido, ao longo dos últimos 40 anos, largamente debatida no nível acadêmico e político, porém, muito pouco tem se
produzido, concretamente, a favor do povo de países como o Brasil e os demais da América Latina. Há teorias e críticas muito instigantes e necessárias, porém,
acreditamos que é necessário avançar qualitativamente na direção da ressignificação do (des)envolvimento, assim grafado porque estamos tentando inverter seu significado geopolítico e economicista. Por isso estamos vinculando-o com práticas de envolvimento e compromisso popular, ou seja, com a práxis territorial descolonial e contra-hegemônica feita participativa, dialógica, ecológica e reflexivamente por meio de uma ciência popular e territorial. Assim, o objeto de estudos da Geografia pode muito bem ser a práxis territorial experimentada tendo em vista a libertação popular, contribuindo para construir uma sociedade mais justa e ecológica. Palavras-chave: (Des)envolvimento; território; práxis; libertação.

Referências

.
Publicado
2021-09-15
Seção
Artigos