IDENTIFICAÇÃO DE DEPOSIÇÃO CLANDESTINA DE RESÍDUOS DE CONSTRUÇÃO CIVIL E DEMOLIÇÃO NA PERIFERIA DE GOIÂNIA (GO): OS CASOS DA VILA VIANA E DO SETOR NEGRÃO DE LIMA

  • Niara Moura Almeida Universidade Estadual de Goiás, Campus Central, Anápolis (GO)
  • Vandervilson Alves Carneiro UEG - Universidade Estadual de Goiás, Campus Henrique Santillo, Anápolis / GO.
  • Keli Siqueira Ruas
  • André Luiz Ribas de Oliveira

Resumo

O estudo de caso proposto pela pesquisa monográfica em questão tem natureza exploratória e
descritiva. As metas para elaboração do mesmo foram: identificar a deposição clandestina de resíduos de
construção e demolição em áreas periféricas de Goiânia e, consequentemente, propor subsídios para uma gestão
sustentável. Tais bairros apresentam uma franca atividade da indústria da construção civil com condomínios
horizontais e verticais e reformas de residências, gerando assim quantidade significativa de Resíduos de Construção e Demolição (RCD). A cidade de Goiânia, capital do estado de Goiás, que tem uma população de cerca de 1,3 milhão de habitantes, embora tenha um sistema de gerenciamento de Resíduos de Construção e Demolição (RCD) regulamentada pela Resolução n. 307 do CONAMA (2002), ainda não alcançou um grau de adequação em relação ao manejo dos resíduos provenientes da construção civil que seja compatível com os imperativos de sustentabilidade previstos em lei. Este trabalho quer contribuir com o estudo de gerenciamento desses resíduos com a apresentação de uma identificação dos RCD produzidos em tais bairros: Vila Viana e Negrão de Lima. A realização da identificação de deposição clandestina dos RCD em tais bairros tem como justificativa a amplitude dos impactos da má gestão do contingente  residual produzido pela construção civil na atualidade e os desdobramentos que o elevam à condição de um problema social.
Palavras-chave: Entulhos; Despejo irregular; Bairros periféricos; Goiânia.

Referências

.
Publicado
2021-02-20
Seção
Artigos