A UNIDADE NACIONAL BRASILEIRA: O ESTADO, AS “ELITES” E A QUESTÃO RACIAL EM NELSON WERNECK SODRÉ

  • Marco Túlio Martins Docente da Universidade Estadual de Goiás (UEG) – Pires do Rio Doutor em Geografia pela Universidade Federal de Uberlândia (UFU) Área de Concentração: Planejamento e Gestão do Território
  • Rita de Cássia Martins Souza Docente da Universidade Federal de Uberlândia (UFU) – Uberlândia-MG Doutora pela Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho (UNESP)

Resumo

O artigo intitulado “A Unidade Nacional Brasileira: O Estado, as “Elites” e a questão racial
em Nelson Werneck Sodré” analisa algumas temáticas que são destaques nas três obras do intelectual
militar Nelson Werneck Sodré (Panorama do Segundo Império; Oeste: ensaio sobre a grande propriedade
pastoril; Formação da Sociedade Brasileira), sobretudo, colocando em evidência a questão da unidade
nacional, algo central na produção werneckiana. Na primeira parte do trabalho foi colocado em destaque,
o papel que a “revisão histórica” realizada por vários intelectuais do início do XX apresenta no sentido de
reafirmação da unidade nacional brasileira. No segundo momento, há um debate sobre O papel do Estado,
das “elites” e a questão racial que foram explorados no sentido de apresentar o projeto de Brasil proposto
por Nelson Werneck Sodré, ligado diretamente à questão da integração territorial e formação da
identidade nacional.
Palavras-Chave: Território; Brasil; Nelson Werneck Sodré; História do Pensamento Geográfico.

Referências

.
Publicado
2020-10-06
Seção
Artigos