EMPRESA AVÁ-CANOEIROS ECO EXPEDIÇÕES: PODE SER CONSIDERADA DO SEGMENTO TURISMO DE EXPERIÊNCIA?

  • Diego Pinto Mendonça Mestrando em Geografia (PPGEO/UEG-Campus Cora Coralina) Universidade Estadual de Goiás (UEG)
  • Keley Cristina Carneiro Doutora em Políticas Públicas, Estratégia e Desenvolvimento pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ). Professora da Universidade Estadual de Goiás – UEG Campus Cora Coralina. keley.carneiro@ueg.br
  • Amanda Alves Borges Mestranda do Programa de Pós-Graduação em Turismo (PPGTUR) na Universidade de São Paulo (USP). amanda.borges@usp.br

Resumo

A Avá-Canoeiros Eco Expedições é uma empresa que tem o propósito de unir aventura, ciência
e natureza, através de expedições guiadas em canoas canadenses. Em sua expedição pelo Rio Cristalino,
localizado no Mato Grosso/Brasil, são percorridos 60 km descrito pela empresa como uma jornada única
e exclusiva de beleza ímpar. Apesar da empresa não se caracterizar como parte do segmento Turismo de
Experiência, é perceptível a venda da experiência. Desta forma, o objetivo deste artigo é investigar se a
empresa Avá-Canoeiros é, ou não, do segmento do Turismo de Experiência. O objetivo específico é
levantar o perfil do turista que frequenta as expedições oferecidas por tal empresa. A metodologia é de
abordagem qualitativa, os dados foram coletados por meio trabalho de campo, observação participativa e
entrevistas estruturadas. Os resultados evidenciam que a empresa Avá-Canoeiros pode sim ser
considerada do segmento Turismo de Experiência. O perfil do turista é do sexo masculino, de classe A e
B, de 30 a 45 anos. O turista que frequenta esse tipo de expedição agrega o valor da experiência no
produto turístico, que oferece experiências ímpares e inesquecíveis.
Palavras-chave: Segmentação turística; Economia da Experiência; Perfil do turista; Rio Cristalino.

Referências

.
Publicado
2020-10-06
Seção
Artigos